Policial

Policial militar fraturou o braço em perseguição a criminosos que desfizeram-se de drogas

Dupla tentou enganar os policiais mas acabaram confessando que estavam transportando os entorpecentes

A perseguição foi registrada na noite desta quinta-feira, 17 de Janeiro, e teve início na avenida Tiradentes, em frente ao quartel do 3ºBatalhão de Polícia Militar no bairro 5º BEC terminando na rua 612 esquina com a rua 609, no bairro Jardim Araucária, no setor 06, em Vilhena.  . Reveja aqui.

 

Dois homens a bordo de uma motocicleta Yamaha Fazer de cor preta passaram em alta velocidade em frente ao quartel da Polícia Militar e foram acompanhados por uma radiopatrulha, sendo dada voz de parada aos suspeitos, mas todas, desobedecidas. Eles que empreenderam fuga pelos bairros 5ºBEC, Parque São Paulo, e no Setor 12  desfizeram-se de um objeto desconhecido, e só terminou quando os suspeitos adentraram na rua 609 e tentaram homiziar-se na casa de familiares na rua 612, no Setor 06, em frente ao mercado Holinda, onde acabaram sofrendo uma queda e ao serem interceptados,  o piloto da motocicleta avançou com a moto contra um policial, sendo que o militar acabou tendo o braço esquerdo fraturado em decorrência do atropelamento.

Os criminosos disseram em primeiro momento que fugiram porque o motociclista Marcos, de camiseta vermelha, não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e que a motocicleta era emprestada. O garupa de nome Edney alegou ser tapeceiro e estava com o uniforme da empresa, negando que estavam com drogas.

No entanto, ao serem informados de que as drogas haviam sido encontradas, o rapaz de camiseta preta alegou que a droga pertence ao comparsa e que iriam levar a PM até o local onde compraram a droga.

 

PM teve o braço fraturado
Policial segue internado após fratura

 

 

Carlos Mont Serrate / Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close