Policial

Homem é preso em escritório de advocacia em Comoro acusado de violentar garota de 13 anos

Mãe da adolescente denunciou o marido na polícia, em Comodoro

A Polícia Civil de Comodoro, cidade de Mato Grosso a 110 km de Vilhena, prendeu no sábado, 22 de Agosto, um homem suspeito pelo crime de estupro de vulnerável contra uma adolescente de 13 anos.

O homem que teve a prisão preventiva decretada pela Justiça cometeu o crime contra a própria enteada.

A mãe da adolescente procurou a base da Polícia Militar na sexta-feira (21) informando que a filha havia relatado sobre os abusos praticados pelo padrasto. Os abusos ocorriam mediante ameaça.

Caso a adolescente não aceitasse ou contasse para alguém, o suspeito ameaçava matar a mãe da garota. Detido pelos policiais militares, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Comodoro, onde foram adotados os procedimentos de praxe. Conforme relato das próprias vítimas, os fatos ocorreram há tempos atrás.

Após a conclusão dos depoimentos e do interrogatório do suspeito e não havendo nenhuma hipótese de flagrante delito prevista no Código de Processo Penal, foi feita a liberação do suspeito.

Diante das informações obtidas e indícios de materialidade e da autoria, o delegado plantonista Maurício Maciel representou pela prisão preventiva do suspeito.

As vítimas foram acomodadas em uma instalação segura e uma equipe de policiais civis fez o monitoramento do suspeito até que o pedido de prisão fosse analisado.

Após a expedição do mandado judicial, por volta das 18h deste sábado os policiais localizaram o suspeito em um escritório de advocacia da cidade. Após sair do local, o homem foi preso.

O delegado destaca o apoio do Ministério Público Estadual na ação policial e no processamento da representação pela prisão preventiva do suspeito.

“A atuação da Polícia Civil deve sempre ser técnica e jurídica, visando apurar a verdade dos fatos e responsabilizar os criminosos por meio da investigação criminal, sem desrespeitar a lei”, pontua o delegado Maurício Maciel.

Fonte: Folha do Sul Online

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)