Policial

Justiça decreta prisão preventiva de servidor municipal que tentou matar ex-colega da SEMED

Prefeito exonerou servidor público que praticou atentado. Mulher seria pivô da briga entre os dois, que registraram queixas um contra o outro

A justiça decretou a prisão preventiva do servidor municipal Marcos Uelbe Ferreira Couto. Ele é apontado como o autor da tentativa de homicídio contra o ex-colega, Aluízio Oliveira Serafim, contra quem disparou vários tiros (lembre aqui).

A prisão de “Marquinhos” foi pedida pela Polícia Civil, que apurou que ele continuou fazendo ameaças a familiares de Aluízio mesmo depois do atentado a bala.

O servidor, que era lotado na Secretaria Municipal de Obras, também já teria sido exonerado pelo prefeito Eduardo Japonês (PV).

Os desentendimentos entre autor e vítima, que chegaram a registrar queixa, um contra o outro, na polícia, seriam motivados por uma questão passional: Marcos alega que Aluízio estaria mantendo um caso com sua ex-esposa, da qual está separado há dois anos.

Desde que teve sua prisão decretada, o funcionário público não aparece para trabalhar e já está sendo considerado foragido pela polícia.

Fonte: Folha do Sul Online

 

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar