Policial

Ex-portariado da SEMED, diretor de manutenção, sofre atentado a tiros praticado por servidor da SEMOSP em Vilhena

Ciúmes seria motivação de atentado no setor 13

A tentativa de homicídio foi registrada na noite deste domingo, 29 de Dezembro, na rua Campina da Lágoa, no setor 13, em Vilhena.

A reportagem conversou pelo WhatsApp com o ex-diretor de manutenção das escolas municipais, Aluízio, que era portariado da Prefeitura Municipal de Vilhena, lotado na Secretária Municipal de Educação (SEMED), o qual revelou que estava chegando em sua casa quando foi surpreendido pelo atirador, ocasião em que  quatro disparos foram efetuados contra ele.

Dois dos disparos atingiram a camionete Chevrolet S-10 de cor preto, dirigida por Aluizio, e os outros dois atingiram o portão da residência. Após os disparos, o atirador se evadiu do local em um veículo Chevrolet Cobalt de cor prata.

Aluizio disse para o Rota Policial News que, há certo tempo vinha recebendo ameaças por parte do servidor público, portariado e lotado na Secretária Municipal de Obras (SEMOSP), identificado como Marcos Uelbe, e que inclusive, foi diante de tantas ameaças que Aluizio acabou pedindo exoneração do cargo há 03 meses.

Ainda de acordo com os relatos do empresário do ramo de obras, inúmeras ocorrências foram registradas por ele na Polícia Civil, informando as ameaças e perseguições de Marcos Uelbe.

Tudo teria começado quando Marcos Uelbe passou a desconfiar da amizade de Aluízio com sua ex-mulher, da qual é separado há três anos, e enciumado, passou a ameaça-lo.

Aluizio chegou a falar para o servidor da SEMOSP que não tinha relacionamento algum com mulher e que apenas eram amigos.

No entanto, Marcos sustentava a tese de que Aluízio estaria mantendo relações com a ex-mulher e diante disto, passou a fazer ameaças não apenas ao algoz, mas até mesmo para os familiares de Serafim, sendo que nesta noite atentou contra a vida do ex-servidor.

Fugindo logo após efetuar os disparos, Marcos Uelbe enviou ameaças em áudio para o WhatsApp da filha de Aluízio, ameaçando não apenas o pai da jovem, mas a família toda.

Em um dos áudios, o infrator diz: “Relaxa moça, relaxa que uma coisa não tem nada haver com a outra não, pode ficar tranquilinha.”

A Polícia Militar foi acionada e diversas radiopatrulhas se deslocaram ao local, no entanto, Marcos Uelbe não foi encontrado.

A área foi preservada pelos militares até conclusão dos trabalhos periciais da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e a ocorrência de tentativa de homicídio registrada na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP).

Abaixo, além das fotos do local, você poderá ouvir o áudio enviado por Marcos Uelbe à filha de Aluízio.

 

Carlos Mont Serrate

Rota Policial News

 

 

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar