Policial

Abordado pela PM em Vilhena, rapaz revela que levaria porções de drogas no estômago para Europa

Irmão do suspeito teria feito o mesmo trajeto e também foi preso

Na noite de sexta-feira, 15 de Março, a Patrulha Reforço da PM fazia patrulhamento pelo bairro Jardim Eldorado, em Vilhena, quando notou um rapaz de 21 anos em atitude suspeita. Como o personagem já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas, a equipe resolveu abordá-lo.

Em poder do suspeito foram encontrados 200 euros e 38 invólucros contendo porções de cocaína, embaladas para que fossem engolidas por ele. O próprio jovem explicou que levaria o entorpecente no estômago para a cidade de Paris, capital da França.

Também revelou que ele e o irmão um ano mais velho já haviam feito o mesmo trajeto como “mulas” levando a droga em seus organismos e que, pelo transporte da nova remessa, ambos receberiam R$ 10 mil. O contratante, no entanto, só faria o pagamento ao final da viagem.

Como alegou que seu passaporte estava na casa do irmão, os militares foram até a residência, onde encontraram o familiar do suspeito cheirando cocaína em um prato. Ao perceber a chegada dos policiais, o jovem se desfez da droga, correu para fora e arremessou um objeto no quintal.

Quando iria se desfazer do próprio celular, o suspeito foi alcançado e, sob o efeito do pó, tentou atacar a guarnição, sendo necessário o uso da força para contê-lo. A namorada dele, uma garota de 20 anos, também foi imobilizada ao tentar impedir sua prisão.

Outras guarnições foram acionadas e, num dos quartos da casa encontraram uma mala para viagem e uma caderneta com anotações do tráfico. O objeto arremessado no quintal era uma balança de precisão, usada para pesar a droga.

O passaporte do primeiro rapaz detido não foi encontrado e ele mudou a versão, alegando que o documento estava em poder do aliciador, que fazia contato através de celular.

Disse ainda ter deixado o aparelho perto de um sofá no banheiro do shopping, mas o equipamento não foi encontrado no local indicado. Depois, o suspeito apontou o endereço de uma casa onde os dois iphones estavam.

Os irmãos traficantes foram apresentados na UNISP, junto com o material apreendido. Não há informações sobre o homem que estaria por trás do tráfico internacional de drogas que partiriam de Vilhena para a Europa.

Fonte: Folha do Sul Online

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)