Policial

Polícia Militar estoura boca de fumo e apreende arma de fogo; três pessoas são presas

Suspeitos responderão por tráfico de drogas e porte ilegal de armas

O caso está sendo registrado nesta noite de sábado, 03 de Novembro, aconteceu em uma casa usada como boca de fumo, localizada na rua 116-07, no residencial União, em Vilhena.

Policiais militares depararam-se com os suspeitos Mateus B da S, 18 anos, e o menor J. L. C, de 16 anos, na avenida Perimetral esquina com avenida Melvin Jones e diante disto realizaram abordagem, encontrando com Mateus uma paranga entorpecente aparentando ser de cocaína, pesando um grama. Indagado, ele revelou ter comprado na boca de fumo na rua 116-07 pelo valor de R$ 20,00. Com o adolescente, outra paranga de cocaína foi localizada, e este informou que adquiriu a droga no mesmo lugar que Mateus, também por R$ 20,00 e que iria levá-la para uma casa na avenida Primeiro de Maio para entregar a um amigo que lhe deu o dinheiro.

A casa apontada por Mateus é alvo de investigações do Núcleo de Inteligência (NI), os quais, já possuem relatórios sobre a movimentação de usuários de drogas no local. Os policiais então foram ao endereço e procederam em abordagem, prendendo o acusado David L da S, de 25 anos, vulgo “D”, sua namorada Jaqueline D de O, de 20 anos, e o irmão da mesma, Filipe B de O, de 19 anos, os quais estariam reunidos nesta associação criminosa.

Durante revistas na casa, os militares encontraram aos fundos do imóvel, enterrado em um monte de areia, uma sacola com cinco invólucros entorpecentes aparentando ser de maconha, pesando aproximadamente 72 gramas, quatro invólucros aparentando ser de cocaína e na lateral da casa, em baixo de uma máquina de lavar roupas, fora encontrada e apreendida uma arma de fogo do tipo garrucha, cabo de madeira, calibre 38, cano longo, a qual tinha uma munição deflagrada e travada no cano. Ainda foi encontrado dentro de uma vasilha de plástico na sala da casa, contendo uma cápsula de munição calibre 38 deflagrada, R$ 171,50 oriundos do comércio de entorpecentes, um relógio dourado e três aparelhos celulares, pertencentes aos infratores, de origens duvidosas.

Mediante os fatos, os envolvidos foram presos em flagrante e apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) e autuados por Assciação ao Crime, Tráfico de Drogas e Porte Ilegal de Armas.

 

 

Carlos Mont Serrete / Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close