Policial

NI e PATAMO prendem menor e jovem de 19 anos com garrucha acusados de roubo em casa com crianças e a comércio, eles estavam com garrucha

Infratores foram reconhecidos pelas vítimas. Eles são acusados de terem mantido mãe e filhos amarrados em roubo no setor 19

O Núcleo de Inteligência da Polícia Militar (NI) juntamente com guarnições do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) e radiopatrulha prenderam na noite desta segunda-feira, 12 de Novembro, os acusados de roubarem uma casa na avenida Paraíba, no setor 19, e amarreram mãe em filhos pequenos em quartos separados, mediante forte ameaça e violência. Prisão ocorreu na avenida 1515, no bairro Cristo Rei, em Vilhena. A mãe de um dos bandidos tentou impedir a prisão do filho, por apoiar o garoto a cometer crimes na cidade; e acabou presa.

Após inúmeros roubos na cidade de Vilhena, com os mesmos “modus de operandi”, o Núcleo de Inteligência (NI) iniciou os trabalhos e durante as investigações, descobriram que  o grupo de infratores pertenciam a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), e que, inclusive, parte do lucro  era remanejado para a referida célula criminosa.

Os militares descobriram também que os infratores iriam intensificar os roubos neste final de semana, diante disto, diligências constantes passaram a serem realizadas no intuito de prendê-los.

Dos roubos que foram ocorrendo

No último sábado, 10 de Novembro, os marginais praticaram um roubo na Mercearia União, e nesta ocasião, os policiais descobriram que  os crimes poderiam estar sendo praticados pelos infratores Dorival de J. J, de 19 anos, e pelo menor infrator D. C. S, de 16 anos, o qual, já possui passagem por ter praticado o latrocíno de Luiz Rover, filho do ex-prefeito José Luiz Rover, em uma frustrada tentativa de assalto. A vítima do roubo na mercearia relatou que eram dois indivíduos que invadiram seu comércio, sendo um de estatura mediana, de cor parda, magro e trajava camiseta cor de rosa e bermuda jeans e o outro era de estatura mediana, de cor parda, magro, utilizando uma espingarda com cano e coronha serrados.

Já na noite de domingo, 11 de Novembro, os bandidos roubaram uma casa localizada na rua Paraíba, no setor 19, bairro Parque Industrial Novo Tempo, a dupla de assaltantes rendeu as vítimas, amarrando-as e trancando-as em quartos separados, ameaçando de morte até mesmo as crianças, fazendo as mais cruéis pressões psicológicas, agredindo os moradores separadamente. Neste momento, chegou o esposo da vítima, o qual, também foi rendido e amarrado, sendo que após isto, subtrairam um relógio dourado, uma moto, documentos pessoais e uma bolsa. Para a polícia, as vítimas disseram que dois jovens, sendo que um de estatura mediana de cor parda, sacou de sua cintura um revólver de cor escura e o outro estava com uma espingarda com cano e coronha serrados.

Com todas as informações colhidas pelo Núcleo de Inteligência, levando a crer que os assaltantes seriam Dorival e o menor de idade, foram mantidas as diligências, sendo que na noite desta segunda-feira, 12, os militares souberam que os infratores  iriam praticar novos roubos, tendo sido realizadas diligências, onde os investigadores vieram a localizar os suspeitos, cada um em uma bicicleta, na avenida 1515 do Cristo Rei. Diante disto, foi realizado uma abordagem preliminar, e na busca pessoal, foi localizado com o menor infrator, uma espingarda tipo garrucha, com cano e coronha curtos, de calibre .44, devidamente municiada. Ainda com o menor, em suas vestes, foi apreendido um invólucro de substância entorpecente aparentado ser cocaína. Já com Dorival foi localizado a quantia de R$ 258,00 (duzentos e cinquenta e oito reais), oriundos de roubos, um relógio da cor dourada, e na cesta de sua bicicleta, um cartucho carregado, cujo calibre é .36 da marca CBC.

No momento em que os militares realizavam a abordagem aos acusados, a mãe do menor, identificada como  Nely G. C,   começou a tumultuar o serviço da polícia, por apoiar as atitudes criminosas do filho, impedindo que os policias realizassem a revista, inclusive, tentando impedir que seu filho fosse preso e inventando calúnias, tendo sido necessária sua prisão.

Foi solicitado apoio das guarnições do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO), sendo realizada a prisão dos garotos e apreensão dos produtos roubados e da arma de fogo, ocasião em que os militares fizeram contato com as vítimas de roubo e estás, reconheceram a dupla como sendo autores dos assaltos, e uma delas revelou que, inclusive, o menor está vestido com uma camiseta rosa igual a usada na ação criminosa. O relógio apreendido com Dorival é de propriedade da vítima do roubo em residência.

Os militares deslocaram-se até a casa da irmã do adolescente, onde o mesmo dorme, a qual, autorizou a entrada da PM, sendo que no quarto foi localizado um cartucho descarregado de calibre .36 CBC.

Mediante as constatações dos fatos, reconhecimento pelos roubos e a prática de porte ilegal de armas e do crime praticado por Dorival por corrupção de menores, ambos infratores foram presos e conduzidos para Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), onde ambos devem ser indiciados pelos crimes praticados; no entanto, possívelmente o menor poderá responder em liberdade, devido a Justiça entender que menores de 18 anos cometem apenas “atos infracionais” e que por tanto, podem responder em liberdade.

A polícia acredita que com a prisão da dupla, Vilhena possa ter um pouco de sossego; mas garantem que as investigações seguem em andamento e outros envolvidos em roubos na cidade devem ser presos.

Carlos Mont Serrate / Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)