Policial

Morre no HRV um dos homens baleados em tiroteio após briga de vizinhos em Vilhena

Criança de 04 anos sofreu dez perfurações e uma fratura na perna. Autor dos disparos está em estado grave

Uma rixa antiga entre vizinhos terminou em tragédia neste sábado, 09 de Maio, na rua 102-03 no residencial Maria Moura, na cidade de Vilhena. (VEJA AQUI)

De acordo com o apurado, Josiel Pereira Ferreira, 28 anos, de alcunha “Huck” estava ao lado de seu veículo Volkswagen Gol que estava com a placa adulterada com uma fita a letra “L” para “U”, sendo que a placa real é LXN-9197 e acompanhado do pai, que estava ao lado de uma motocicleta Honda CG Titan de cor preto, passaram o dia ingerindo bebidas alcoólicas, incomodando vizinhos.

Passou o dia e Huck começou a discutir com o vizinho, momento em que foi até o carro e se apossou de uma arma do tipo espingarda, calibre 12 e efetuou dois disparos contra a casa de Adriano Furtado  Rodrigues, atingindo uma garotinha de 04 anos, de iniciais A.L.R da S, que estava brincando com uma boneca na calçada, e sua mãe por nome Sibeli Lucia da Silva.

Neste momento, ao ver a filha e a esposa sendo alvejada, Adriano, conhecido pelo apelido de “Cabelo”, correu para dentro de casa e se apossou de um revólver, saindo para fora na sequencia, ocasião em que Huck estava dentro do carro e iniciava fuga.

 

Cabelo efetuou diversos disparos contra Huck, que foi baleado por quatro disparos na região do tórax e um na cabeça ainda dentro do carro e mesmo assim empreendeu fuga, acessando a avenida Perimetral e seguindo sentido BR-174, desfalecendo no trajeto devido ao sangramento, perdendo o controle da direção e atingindo o mercado Avenida, quase atropelando o comerciante.

Após alvejar Huck, o atirador Adriano começou a socorrer sua esposa e filha, momento em que o pai de Huck, identificado como Daniel Cunha Ferreira, de 49 anos, teria discutido com ele, ainda em cima da moto, ocasião em que acabou alvejado na cabeça.

Adriano então socorreu a esposa e a filha em sua picape Volkswagen Saveiro de cor verde, encaminhando-as ao pronto-socorro do Hospital Regional e fugindo do local na sequencia.

A unidade de resgate do Corpo de Bombeiros Militares prestou atendimentos à Daniel e seu filho Josiel, os quais foram encaminhados em estado grave ao pronto-socorro do Hospital Regional, sendo que Daniel não resistiu a gravidade dos ferimentos e acabou vindo ao óbito.

Josiel segue internado em estado gravíssimo e deve ser encaminhado para o Hospital Heuro de Cacoal/RO, uma vez que o mesmo foi alvejado por quatro disparos na região do tórax e um na região da cabeça.

Já a menina de apenas 04 anos apresentou fratura exposta na tíbia esquerda e fíbula direita, bem como 10 perfurações na região das pernas, sendo que um dos fragmentos da munição estava alojado próximo a artéria femural, recebendo os atendimentos e tendo seu quadro sido normalizado e mantido estável.

Sua mãe Sibeli apresentou fratura no fêmur da perna esquerda, além de ferimentos leves e ficando em estado de choque devido aos fatos que vivenciou ao ver ela e a filha sendo atacadas a tiros pelo marginal.

Mãe e filha estão estáveis e podem ser encaminhadas para o Hospital Heuro de Cacoal nas próximas horas, para que passem por cirurgia. Outro homem, que acabou ferido no tiroteio ao sofrer uma queda, não apresentou gravidade e recebeu alta posteriormente.

A Polícia Militar isolou a área onde ocorreram os crimes até conclusão dos trabalhos periciais e registraram a ocorrência na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP).

Vale ressaltar que Josiel é conhecido pelas guarnições por diversos crimes praticados na cidade, tendo extensa ficha criminal, bem como por ter sido vítima de duas tentativas de homicídio na cidade de Vilhena/RO, sendo que o último atentado que sofreu ocorreu no dia 23 de Abril de 2.020, noticiado pelo Rota Policial News.

No caso de Josiel, os policiais militares apreenderam a arma usada na tripla tentativa de homicídio, sendo está uma espingarda de calibre 12, bem como 21 munições intactas e 11 deflagradas do mesmo calibre, pólvora e materiais para reabastecimento da arma de fogo, além da quantia de R$550,00 em espécie, um aparelho celular e o documento da motocicleta utilizada por seu pai.

Todo o caso será investigado pela Polícia Civil (PC), sendo que um inquérito policial já foi instaurado e a equipe do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) já está na rua levantando maiores informações quanto a rixa anterior que motivou o atentado.

Vizinhos informaram que Josiel e Daniel tinham rixa com o vizinho que mora na frente da casa sempre promoviam a discórdia com todos os moradores do bairro e sempre que bebiam, efetuavam disparos para o alto com a espingarda de calibre 12.

Adriano, que reagiu em legitima defesa a sua filha e sua esposa continua foragido e as equipes da polícia tentam localizá-lo para melhor esclarecimento dos fatos que chocaram o Cone Sul neste sábado sangrento.

Daniel foi alvejado na cabeça e morreu no hospital

 

Carlos Mont Serrate/Cássio Rauta/Claudemir Sabino

Rota Policial News

 

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)