Policial

Jovem com familiares em Colorado está desaparecido no Mato Grosso e pode ter sido assassinado por sobrinhos

A informação é da Polícia Civil Matogrossense

A família do jovem coloradense Reginaldo Alexandre da Silva, 27 anos, denunciou na Polícia Civil o desaparecimento do mesmo, ocorrido misteriosamente no dia 30 de setembro, no Estado vizinho de Mato Grosso. Segundo sua ex-companheira, Reginaldo saiu da casa da irmã em Indiavaí rumo a comunidade Palmital, cerca de 30 quilômetros da localidade onde estava, porém não chegou em sua residência.

Desde então, seu paradeiro é indefinido, e vem mobilizando a Polícia Judiciária Civil da região de São José dos Quatro Marcos, em Mato Grosso, onde a vítima foi vista pela última vez.

Diversas incursões já foram empreendidas pela Delegacia de Jauru (425 km a Oeste), circunscrição que responde por Figueirópolis do Oeste (local onde a vítima residia), em datas anteriores objetivando a localização, com apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Pontes e Lacerda.

Cães farejadores da cidade de Cuiabá, especialistas em busca de cadáver, participam da força-tarefa desta terça-feira (23).

No dia 15 de outubro, em uma das buscas efetuadas, a motocicleta da vítima (uma Honda CG 125 Fan, cor vermelha) foi localizada no assentamento Irmã Dorothy, área do município de São José dos Quatro Marcos, local onde Reginaldo foi visto pela última vez.

O veículo foi encontrado cerca de 700 metros de onde reside o irmão de Reginaldo.

Da investigação

De acordo com o delegado à frente da investigação, Rafael Mendes Scatolon, existem indícios que, antes do desaparecimento, a vítima teria discutido com os sobrinhos (de 16 e 11 anos de idade) em razão da suspeita de Reginaldo de que eles estivessem praticando furtos no assentamento.

“A Polícia Civil trabalha com a real hipótese de homicídio, tendo como principais suspeitos de autoria os sobrinhos da vítima. Na casa havia uma espingarda calibre .32, que também desapareceu no mesmo dia. Populares relataram ter escutado, por volta das 11h da manhã, dois barulhos combatíveis com disparos de arma de fogo vindo das proximidades da residência”, explica. A motocicleta apreendida foi encaminhada para a perícia.

A “varredura” realizada em conjunto com o Corpo de Bombeiros da Capital Matogrossense seguiu por todo o dia de terça-feira (23) objetivando a localização do corpo de Reginaldo.

O inquérito segue em andamento com oitivas e coletas de demais elementos probatórios, incluindo laudos periciais.

Fonte: Polícia Judiciária Civil / Conesul Acontece

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar