Policial

Homem quebra bar, agride marido de proprietária e acaba lesionado com facão e é preso com arma de fogo

Homem estava embriagado e quebrou bar e após ser agredido com facão foi para casa e se apossou de arma de fogo

A ocorrência que por muito pouco não resultou em homicídio foi registrada na noite desta terça-feira, 08 de Outubro, em um bar localizado na estrada 145, setor 59, lote 17R, próximo ao balneário da Ponte, na área rural de Vilhena.

A proprietária do bar, de 29 anos, solicitou a presença da Polícia Militar e informou aos militares que Cleverson Coelho Alves, 34 anos, conhecido como Clebinho, chegou em seu comércio embriagado e começou a discutir com alguns clientes que estavam no local.


Ela, que é dona do estabelecimento, pediu que Clebinho se acalmasse e parasse a confusão, momento em que
Clebinho desferiu um soco na máquina de música “Jukebox” e a danificou, continuando a discutir com os clientes.

Ao ouvir a confusão, o esposo da proprietária, por nome José e que também proprietário do estabelecimento comercial, foi conversar com Clebinho, o qual disse que realmente tinha quebrado a máquina de música e que quebraria tudo ali se fosse necessário.

José pediu para que Clebinho fosse embora, momento em que ele pulou para dentro do bar e
começou a trocar socos e ponta pés com a vítima, ocasião em que ambos caíram no chão e Clebinho ainda pegou um pé de cabra que estava no local para golpear e tentar enforcar José.

A proprietária do bar tentou separar a briga e foi atingida no rosto por um soco desferido por Clebinho, momento em que alguns clientes conseguiram separar a briga e então Clebinho correu para o veículo como se fosse buscar algum objeto e como já era de costume o infrator exibir armas no local, José temendo por sua vida pegou um facão para se defender.

Quando Clebinho retornou para o bar e foi para cima de José, o mesmo desferiu alguns golpes no acusado, vindo a lhe causar várias lesões pelo corpo.

Mais uma vez, Clebinho correu para seu veículo e começou a desenrolar uma camisa camuflada onde estava guardada uma espingarda e foi quando a proprietária viu a arma e fugiu do local para acionar a polícia, enquanto seu marido se embrenhou na mata para não ser assassinado e com isso seu comércio ficou sem ninguém.

Clebinho foi para os fundos do bar, onde é a residência das vítimas  com a finalidade encontrar José e como não o achou, começou a quebrar alguns objetos da casa, como o fogão e a televisão, fugindo do local a bordo do veículo Volkswagen Gol de placa NBX-1167.

Guarnições da Polícia Militar iniciaram diligências, momento em que avistaram Clebinho a bordo do veículo retornando para a direção do bar, sendo cercado e abordado e no interior do carro foram localizados uma arma de fogo do tipo espingarda, sem numeração, uma porção de 3,5 gramas de substancia aparentando ser maconha e 6 munições CBC de calibre 22.

Clebinho estava apenas de calça e todo ensanguentado no momento da abordagem, e disse que era devido uma briga que teve a alguns minutos antes em um bar e que o cara teve sorte por ele ter sido abordado e que ele estava retornando ao local para matar seu desafeto.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão à Cleverson e este foi apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), onde passou a se bater nas grades da sela e gritar.

 

Ele que deverá responder por lesão corporal, ameaça, porte ilegal de arma, dano material e depredação, posse de entorpecentes, embriaguez na direção e vias de fato.

O automóvel acabou apreendido e levado ao pátio do CIRETRAN e a arma e munições apresentadas a UNISP.

Carlos Mont Serrate/Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar