Trânsito

DNIT começa a instalar radares em trecho com altos índices de acidentes em Vilhena

Equipamento instalado anteriormente chegou a ser derrubado; fiscalização prevê multas e perda de pontos na CNH

O Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (DNIT) começou a instalar, esta semana quatro radares num trecho da BR 364, na saída de Vilhena para Porto Velho, na “descida do Piracolino”.

Serão quatro unidades num local onde já foram registrados vários acidentes graves, alguns deles fatais. O trecho já foi monitorado pelo mesmo sistema antes, mas um dos radares chegou a ser derrubado, aparentemente por um caminhoneiro irritado com a fiscalização.

De acordo com informações, serão 58 radares implantados em rodovias federais em Rondônia. A previsão é que os equipamentos de Vilhena comecem a operar em três meses.

Ao site, servidores do DNIT em Porto Velho explicaram que as multas começam em R$ 130,16 para quem passar pelo radar em velocidade 20% acima do indicado nas placas que serão colocadas antes de onde ficarão os aparelhos. Além disso, o motorista infrator perderá 4 pontos na CNH.

Quem trafegar em velocidade até 50% superior ao permitido será multado em R$ 195,23, além de perder 5 pontos na carteira.

Ainda não há previsão sobre a conclusão das instalações, uma vez que por causa de seus componentes eletrônicos, os radares não podem ser colocados durante tempo chuvoso.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo