Política

Visita de Luizinho Goebel e demais deputados ao Hospital de Câncer em Barretos é discutida na Comissão de Saúde

Intenção dos parlamentares é agir como mediadores, para que o Hospital do Amor, na capital, seja fortalecido

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social (CSPAS) da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã de terça-feira, 03 de Setembro, no plenarinho 01, com as presenças dos deputados Adailton Furia (PSD), presidente, Dr. Neidson (PMN), Luizinho Goebel (PV), Jair Montes (PTC) e Cássia Muleta (Podemos).

Em pauta, o relato de uma recente visita de membros da CSPAS ao Hospital de Câncer, em Barretos (SP), mantida pela Fundação Pio XII, onde foram recebidos pelo diretor Henrique Prata, além de outros diretores.

Na ocasião, os diretores apresentaram o funcionamento da unidade e destacaram que dos pacientes que tratam, pelo menos 8% são advindos de Rondônia.

“Mesmo com o Hospital de Amor, ainda há um número elevado de pacientes de Rondônia que são tratados em Barretos. Recebemos a informação de que a intenção é transformar o Hospital do Amor, em Porto Velho, numa referência para a região, no tratamento do câncer”, explicou Neidson.

Segundo os parlamentares, a informação é de que o Hospital do Amor precisa do credenciamento e apoio da Sesau nesse sentido, para a radioterapia, cujo equipamento já está na unidade, mas está parado.

No próximo dia 10, uma reunião no CPA com Henrique Prata e o governador Marcos Rocha (PSL), com a presença de deputados, vai tratar desse e de outros assuntos.

“Temos 50 leitos parados no Hospital de Amor, além de mais dez leitos de UTI. O equipamento de radioterapia que poderia atender hoje os pacientes em Rondônia, ainda não foi credenciado. Causa estranheza essa demora em credenciar e cadastrar esses novos leitos, uma vez que a unidade de saúde atende não apenas o Estado, mas a região Norte como um todo”, disse Furia, acrescentando que é preciso um diálogo maior do Governo com o Hospital do Amor.

Luizinho Goebel pontuou que “o importante é que possa haver esse credenciamento dos leitos de UTI, para que esse convênio fosse utilizado não apenas por pacientes com câncer, mas por outros pacientes também. A Assembleia Legislativa, a Comissão de Saúde, deve ser a mediadora nessa questão, para acima de tudo, assegurar o atendimento do cidadão de Rondônia e da região”.

A deputada Cassia alertou que, enquanto em São Paulo não se atrasa o repasse para ajudar no custeio do hospital de Barretos, aqui em Rondônia, demora de dois a três meses. “A direção do Hospital do Amor quer uma maior celeridade nessa liberação dos recursos e entendemos que isso precisa ser feito”.

Jair Montes aproveitou para informar que teve uma reunião com o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Edilson de Souza, que prestou esclarecimentos acerca do trabalho da instituição.

“Muito se diz que o TCE atrapalha, mas a resposta do conselheiro é que, ao contrário do que se diz, o Tribunal orienta e faz tudo para que a coisa ande e seja feita da forma correta”, observou.

Relatorias 

O deputado Dr. Neidson emitiu o parecer favorável ao PLO 111/19, de autoria do deputado Geraldo da Rondônia, que obriga as Unidades Básicas de Saúde a disponibilizarem informações referentes ao estoque de medicamentos, quantidades existentes na unidade, bem como as informações de todas as outras unidades mais próximas. O parecer foi aprovado.

Já o PLO 164/19, de autoria do deputado Anderson Pereira, que dispõe sobre doação de amostras de sangue para consolidação de Banco de Dados de Doadores de Medula Óssea e dá outras providências. Cassia Muleta vai emitir o parecer na próxima sessão da CSPAS.

Também foi aprovada a solicitação para que a Sesau encaminhe as cópias dos contratos das terceirizadas para a realização de cirurgias ortopédicas. A intenção é saber a razão pelo fim do contrato.

Texto: Eranildo Costa Luna-Decom-ALE/RO

Fotos: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar