Policial

Vilhena registrou dois homicídios no feriado de aniversário e deixou moradores da cidade assustados

Violência volta a assustar moradores da maior cidade do Cone Sul

Em seu aniversário de 44 anos, Vilhena/RO registrou dois crimes violentos, deixando a data marcada pelo sangue e pelo terror, que demonstram o aumento na criminalidade.

Dois homicídios à tiros foram registrados, sendo que no primeiro, os atiradores alvejaram uma mulher e mataram um homem após invadirem o imóvel em que estavam as vítimas.

Nesta primeira ocorrência de homicídio, registrada no período da tarde de terça-feira, 23 de Novembro, dois homens em uma motocicleta Honda Bros haviam parado próximo da casa, na rua Das Mangabeiras, no bairro São Jerônimo, onde os moradores e amigos passavam o dia após o almoço.

Um dos homicidas esperou na moto enquanto o carona invadiu a casa e abriu fogo contra os moradores, atirando na cabeça de Francisco Claudecino Mendes Moreira, de 26 anos, e em seu braço, bem como, vindo a alvejar uma amiga da esposa de Francisco, identificada como Keila. (Relembre)

Alvejado na cabeça, Francisco morreu na hora, não havendo tempo nem mesmo para acionarem o Corpo de Bombeiros.

Já Keila, foi socorrida por populares e levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para maiores avaliações médicas. Ela teria sido atingida no braço.

Passadas algumas horas, já no início da noite, três homens em um carro fecharam um veículo Volkswagen Polo de cor branco, que era dirigido pelo pintor Fábio Dourado Fernandes, 28 anos, que estava na rua 116-02 do bairro União. (Relembre)

Após pararem ao lado do carro, os atiradores abrigaram fogo contra o veículo, sendo efetuados vários disparos, não havendo tempo para que a vítima reagisse ou tentasse se proteger.

Fábio morreu dentro do carro, atingido por vários disparos de arma de fogo, não havendo tempo para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros Militares.

Após o crime, os marginais evadiram-se rumo a linha 135, não sendo mais avistados pelas testemunhas, que de pronto, acionaram a Polícia Militar.

No local deste crime, a Polícia Técnico-Científica (POLITEC) encontrou mais de 40 capsulas de arma de fogo de calibre .380.

Fábio tinha passagens pela polícia no Mato Grosso e havia vindo daquele estado há apenas cinco meses, sendo que em Vilhena, estaria trabalhando como pintor. O carro pertence ao pai da vítima.

Testemunhas afirmaram que um dos homicidas chegou a recarregar a arma para efetuar os disparos. Moradores da região ficaram extremamente assustados.

A Polícia Civil deve investigar os dois assassinatos seguido de uma tentativa, e devem ainda apurar se a relação entre os casos ou não, bem como descobrir autoria e motivação dos homicídios.

Ao que tudo indica, os casos podem estar ligados a acertos de conta e envolvimento com o mundo do crime.

Cidade assustada

Nos quatro cantos da cidade, moradores afirmam estarem assustados com o aumento da criminalidade em Vilhena, que nos últimos meses vem registrando chacinas, roubos em comércios e de veículos, bem como homicídios e tentativas rotineiramente.

Tais fatos podem ser uma resultante do descaso do Governo do Estado de Rondônia não investir devidamente na Segurança Pública do Estado, investindo apenas em câmeras acopladas em viaturas e na farda de policiais, mas não formando novos militares ou policiais civis, bem como, a falta de viaturas para o serviço de patrulhamento nas cidades do Estado.

De modo geral, a sociedade clama por mais policiais nas ruas, mais viaturas e muito mais policiamento, contudo, nem mesmo policiais que já fizeram concurso foram chamados para o trabalho nas cidades, seja na Polícia Civil ou Militar.

Contudo, mesmo com pouco contingente, a Polícia Militar e Polícia Civil atuam como podem e combatem a criminalidade doando muitas das vezes, o próprio sangue e o tempo, muitas vezes de folga ou até mesmo sem comer, para tentar amenizar a situação de criminalidade devido ao abandono do estado em municípios de Rondônia.

Ouvidos pelo jornal, moradores criticaram o governador Marcos Rocha pela falta de investimento na segurança pública no que tange ao maior policiamento e formação de novos policiais.

“Incompetente. Se preocupa em por câmera nas viaturas e policiais mas não forma mais policiais nem põe mais viatura na rua. Ai ano que vem quer pedir voto. Pra mim, é o pior governador que Rondônia já teve. Falta tudo, desde saúde, a segurança pública,” disse Maria Lúcia.

“No meu bairro nem a polícia nós vemos, moro no setor Zico há anos e é raro ver policiamento. Se você atravessar a cidade toda depois da meia noite você não vê uma viatura se quer nas ruas. Uma vergonha. Não tem mais policiais. O investimento do Marcos Rocha foi em por câmera nos policiais, e isso, não ajuda em nada na redução da criminalidade. Um incompetente,” disse Luiz Paulo.

“Absurdo! Vivemos abandonados. Liga no 190 nunca tem viatura disponível. Nos bombeiros a mesma coisa, vive com viaturas quebradas porque esse governador não vale nada. O pior que já teve e ainda quer pagar de gostoso e vir pedir voto. Se vier em Vilhena me pedir voto, eu jogo é ovo podre nele. Queremos mais policiamento. Forme mais policiais Marcos Rocha. Coloque mais viaturas nas ruas, não câmeras nas fardas seu incompetente,” desabafou Odacir M. Pereira, morador do bairro Ipê.

“Os policiais estão de mãos atadas, não conseguem nem atuar e ainda fazem muito. Vemos eles com viaturas sucateadas, poucos policiais nas ruas. É uma vergonha. Os policiais estão trabalhando pelo amor, porque valorização é visível que não tem. Um estado que não investe no básico, que é saúde e segurança pública. Uma vergonha,” disse Andressa Paula.

São inúmeros os comentários contra a atuação de marcos Rocha devido ao abandono da segurança pública no estado.

Os casos de crimes cruéis aumentam, os roubos e furtos também, o tráfico de drogas corre solto e a sociedade rondoniense vive dias de terror e medo, pois não a mais segurança nem mesmo para ficar dentro de casa.

Tony Rota

Rota Policial News

 

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)