Geral

Vilhena registra 06 mortes por Covid-19 nesta quarta-feira e Prefeitura decreta “lei seca”: nem supermercados podem vender bebidas alcoólicas

Festas em casa, regadas a bebidas, teria motivado a decisão. Todos os leitos de UTI reservados para pacientes com covid estão oculpados

No dia que Vilhena registrou seis mortes de pacientes com a Covid-19, o Comitê de Enfrentamento à doença na cidade decidiu endurecer ainda mais as medidas para tentar frear a pandemia: além do toque de recolher, que já estava em vigor, os vilhenenses estarão, a partir de hoje, sob “Lei Seca”.

O jornal apurou que a proibição para a venda de bebidas alcoólicas na cidade vale também para supermercados e estará em vigor entre os dias 20 e 26 de janeiro.

A motivação para a proibição completa das bebidas, segundo o comitê, é porque as pessoas estavam comprando o produto para realizar festas em casa, provocando aglomerações e potencializando os contágios (VEJA AQUI o decreto).

A reportagem já confirmou que os estabelecimentos varejistas já estão sendo notificados e começaram a retirar os produtos proibidos de suas prateleiras.

Vilhena registrou um recorde de mortes pela covid-19 em um único dia, foram seis óbitos nesta quarta-feira, 20, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.
Segundo o boletim que trouxe a confirmação das mortes, tres das vítims eram homens, com idades de 63, 66 e 82 anos; e três mulheres que tinham 54, 72 e 81 anos, todas moradoras de Vilhena.

Desde o início da pandemia Vilhena já registrou 115 mortes, sendo 99 de moradores de Vilhena e 16 de pacientes de outras cidades que recebem tratamento na Central de Atendimento à Covid-19 de Vilhena. A taxa de letalidade do doença no município, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, é de 1,55%.

Nas últimas 24 horas Vilhena contabilizou 96 novos casos conformados de covid; elevando para 6.374 o número de casos da doença no município. Nos últimos 14 dias foram registrados 1.248 casos, consolidando uma média móvel de 89  casos diários. Um aumento de 124,86% em comparação com a média móvel registrada há 14 dias.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, há 1.168 casos ativos no município, o maior índice desde o início da pandemia. Do número de pacientes com diagnostico positivo, 34 estão internados na Central de Atendimento à Covid-19. Quinze deles na UTI, dos quais dez estão entubados. Vilhena tem 100% dos leitos de UTI ocupados.

De acordo com o boletim, 28 pacientes receberam altas hoje, elevando para 5.098 o número de recuperados. De acordo com os dados, a taxa de cura no município é de 79,98%.

NÚMEROS DE RONDÔNIA

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde, 14 óbitos de pacientes com a covid-19 foram registrados hoje no Estado de Rondônia. Desde que começou a crise sanitária o Estado já registrou 2.056 mortes.

Rondônia chegou hoje aos 112.468 casos confirmados de covid. Foram 1.096 novos diagnósticos positivos no intervalo de 24 horas. O número de casos ativos hoje em Rondônia é de 17.959.

A atualização da Secretaria de Estado da Saúde revelou também que é de 87,47% a taxa de cura no Estado; isso representa um total de 92.453 pessoas recuperadas da doença.

NÚMEROS DO BRASIL

De acordo com os números consolidados hoje pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou no intervalo de 24 horas 1.340 mortes em decorrência da covid-19. Desde o início da pandemia o número de vidas perdidas no Brasil para a doença é de 212.831.

No mesmo intervalo foram confirmados novos 64.385 casos de contágios pelo novo coronavírus. Até hoje o Brasil já contabilizou 8.638.249 casos de covid.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, 7.564.622 pacientes já se recuperaram da covid-19, consolidando uma taxa de cura de 87,47%.

Fonte: Folha do Sul Online

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)