Policial

Vaqueiro que foi morto a tiros no bairro Cristo Rei é identificado, Polícia Civil apura autoria e motivação de crime

Criminosos estavam em uma motoneta e fugiram. Vítima chegou a correr dos tiros, segundo moradores.

O corpo de um vaqueiro, de 29 anos, passa por necropsia na manhã desta segunda-feira, 27 de Maio, em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. Ele morreu no Hospital Regional, após ser baleado na avenida 1.510, Bairro Cristo Rei, no domingo, 26 de Maio. Os criminosos estavam em uma motoneta, fugiram e ainda não foram localizados. (Veja Aqui) e (Veja Aqui)

Moradores contaram à Polícia Militar (PM) que o vaqueiro Rogério da Silva Romero estava a pé e chegou a correr dos tiros. O passageiro da motoneta estaria com uma arma de fogo e disparou várias vezes contra a vítima.

Rogério foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Regional. Ele passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

Familiares contaram que Rogério trabalhava como vaqueiro em uma fazenda da região, e estava de folga neste fim de semana em Vilhena.

Eles ainda contaram que Rogério já foi preso por tráfico de drogas no Mato Grosso. “Mas ele já tinha pagado pelo crime. Em Rondônia, ele estava trabalhando e pelo que sabemos, não tinha rixa com ninguém”, enfatizou uma irmã.

No local do crime, foram encontradas pela  Polícia Técnico-Científica (POLITEC), sete capsulas de pistola 09 milímetros. A Polícia Civil de Vilhena, através do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) seguem investigando o homicídio, com a finalidade de identificar a autoria e motivação do crime.

O velório está previsto para acontecer durante à tarde desta segunda-feira, na Capela Municipal Cristo Rei. O horário do sepultamento ainda não foi definido.

Fonte: G1, com informações Rota Policial News

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar