Policial

Três suspeitos de matar sargento da PM-RO são presos em operação

Sargento da reserva, Jorge Ednelson Mendes, de 57 anos, foi morto enquanto fazia segurança de funcionário de uma empresa, em maio deste ano.

Três homens foram presos por envolvimento no crime de latrocínio contra o sargento da reserva da Polícia Militar, Jorge Ednelson Mendes, de 57 anos.

A vítima foi morta ao reagir um roubo em maio deste ano. As prisões e mandados de busca e apreensão contra os suspeitos aconteceram nesta terça-feira (28), durante operação da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (DERF).

As investigações da operação Redenção, conduzidas pelo delegado Daniel Braga, apontaram indícios de que os três suspeitos presos planejaram e executaram o roubo que resultou na morte do PM.

Ao g1, o delegado contou que mais pessoas estão envolvidas no crime de latrocínio.

“Conseguimos apurar que outros veículos estavam envolvidos no dia da morte de Jorge. O carro Celta que foi usado pelos executores, e um outro carro dando apoio. Hoje estamos prendendo o pessoal que estava no carro de apoio antes do crime e posterior, que foi quem escondeu as provas do crime”, explicou.

Durante o cumprimento dos cinco mandados de busca e apreensão nesta terça-feira, os policiais fizeram dois flagrantes nas casas dos suspeitos.

“Um dos alvos estava em posse de um pistola .40 e com a numeração raspada. Essa arma vai ser periciada para verificar se é do acervo das forças de segurança, aparentemente é sim. Em outra residência foi localizada uma farta quantidade de drogas, sendo mais 60 papelote de drogas”, contou o delegado.

A operação Redenção continuará e, segundo o delegado, a Civil vai atrás dos outros envolvidos na morte do sargento.

“A gente acredita que haja outros dois envolvidos no latrocínio. Um deles está com mandado de prisão em aberto, pois ainda não foi localizado. Ele é o autor dos disparos que vitimizou o sargento”, diz.

 

Crime

Em maio deste ano o sargento da reserva Jorge Ednelson Mendes, da Polícia Militar, fazia a segurança de um funcionário de uma empresa que levava um malote de dinheiro, quando foi rendido pelos suspeitos que estavam em um carro Celta.

Ao fechar o comboio, a polícia diz ter iniciou um tiroteio entre o sargento e os criminosos. No entanto o policial foi ferido e morreu no local. Um dos suspeitos também foi a óbito.

O caso foi evidenciado como latrocínio, roubo com consequência morte. De acordo com a Polícia Civil, o valor da carga que Jorge escoltava era de aproximadamente R$ 76 mil.

Fonte: G1

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)