Policial

Polícia Civil indicia homem que matou sogro com 13 disparos em Vilhena

Acusado responderá por homicídio qualificado

A Polícia Civil de Vilhena esclareceu o assassinato de Baltazar Alves Martins, 34 anos, morto com 13 tiros no dia 7 de setembro deste ano no bairro Alphaville. Para o delegado Nubio Lopes de Oliveira, que conduziu às investigações, não resta dúvida que o autor dos tiros foi Ezequielson de Souza Vieira, 26 anos, genro da vítima. O indiciamento é por homicídio qualificado (com intenção de matar).

O acusado também responderá por homicídio tentado. Durante os disparos, ele deixou ferido o cunhado, Jean Kelvyn Rodrigues da Silva. O delegado Nubio Lopes esclareceu durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (28), que o rapaz foi baleado na mão ao tentar segurar a arma para impedir a execução de Baltazar.

O inquérito foi concluído nesta semana pela Delegacia de Homicídios e será remetido ao Poder Judiciário. 

Crime foi motivado por desavença familiar, diz polícia

A Polícia Civil apurou uma relação familiar conflituosa entre a vítima e o acusado. Conforme depoimentos de testemunhas, em maio de 2017 durante uma confraternização em família, Ezequieleson foi agredido fisicamente por Baltazar após uma discussão. Para a polícia a morte foi motivada pelas agressões.

Ezequielson Vieira está preso na Casa de Detenção local desde o dia 18 de setembro.

Fonte: Polícia Civil

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close