Trânsito

Mulher de 39 anos envolvida em acidente na manhã de hoje não resiste e vem ao óbito em Vilhena

Vítima estava em estado grave e passou o dia internada, mas não resistiu a uma nova parada cardiorrespiratória

Morreu na noite desta quarta-feira, 15 de Maio, a motociclista Iricléia Lira Furtado, de 39 anos, que nas redes sociais se apresentava como “Yris Lira”, que foi vítima de um grave acidente de trânsito que aconteceu na manhã de hoje, em um dos cruzamentos da rua Amapá, no bairro Cidade Verde III, em Vilhena/RO.

Encaminhada em estado grave pelo Corpo de Bombeiros Militares ao pronto-socorro do Hospital Regional, Yris apresentou paradas cardíacas durante o dia e chegou a passar pelo centro cirurgico.

Ela foi entubada e estava na sala vermelha, aguardando vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e seu estado era gravíssimo, tendo sofrido outra parada cardiorespiratória nesta noite e não resistindo, vindo ao óbito.

Agora, o patrão da vítima e familiares estão na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) realizando o registro do óbito, juntamente com a funerária São Matheus e o corpo da mulher passará por exames no Instituto Médico Legal (IML), amanhã pela manhã para posteriormente ser liberado para velório e sepultamento.

Do acidente:

A reportagem do jornal Rota Policial News checou junto as autoridades competentes os detalhes do trágico acidente que vitimou fatalmente Iricléia Lira Furtado, sendo confirmado que o motorista do automóvel  Chevrolet Vectra Elegance de cor preto foi identificado como Wueber Gedeão Pereira Teixeira, o qual não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), portanto é inabilitado e não poderia estar na condução de veículo automotor.

Para a polícia, Wueber relatou que transitava pela rua 102-19 sentido Porto Velho quando acabou atingido pela motoneta Honda Biz 125 que era pilotada por Iricléia, a qual transitava pela avenida Amapá sentido ao bairro Cidade Verde IV.

Wueber relatou ainda que estava indo para seu trabalho, em uma obra nas proximidades e que passava pelo mesmo local há três dias. O local da batida dispõe apenas de uma placa de parada obrigatória (PARE) fixada na rua 102-19, sentido Cuiabá, a outra placa na referida rua não tem.

Ele não apresentava sinais de embriaguez e se prontificou a fazer o teste, que deu negativo para ingestão de álcool e vale salientar que o rapaz prestou os primeiros socorros e acionou o resgate.

Devido ao quadro de saúde grave, Yris não chegou a ser ouvida e fgoi socorrida ao pronto-socorro do Hospital regional, apresentando duas paradas cardíacas, sendo estabilizada e operada em primeiro momento, contudo, não resistindo a nova parada cardiorrespiratória por volta das 18h20 de hoje, vindo ao óbito.

O local do acidente passou por exames de perícia criminal da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e o caso registrado na Unidade Integrada de Segurança Públia (UNISP) para providências cabíveis, sendo que agora com a morte de Yris, o motorista que responderá por conduzir veículo ser ser habilitado poderá também, ser indiciado por homicídio culposo no trânsito, quando não se tem a intenção de matar.

A reportagem lamenta o episódio e presta suas homenagens à família e amigos enlutados, bem como se une à sociedade em prol de um mtrânsito mais seguro e responsável, para que tragédias como essa não voltem a acontecer.

Em caso de acidentes com traumas ou fatais, procure a RR CRED Consultoria e Assessoria e de entrada no seu DPVAT. Você pode ter direito a receber um valor específico, trabalhamos com a parte administrativa e estamos localizados na Avenida Curitiba, 2880 – Cristo Rei – Vilhena/ RO, ou ligue para nós (69) 98494 – 1934 – Roberta ou (69) 98168 – 8656 – Gelson * SEU DIREITO COM RESPEITO!

**Evite problemas e faça agora mesmo sua Proteção Veicular com à Águia Norte, que vem inovando em Rondônia e na região Norte do País.**

 

Redação

Rota Policial News

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)