Policial

Motorista inabilitado e passageiros que usavam maconha são abordados e presos com arma de fogo em Vilhena

Quatro pessoas foram presas, entre estes, um adolescente que assumiu a posse da droga

A ocorrência foi registrada por volta das 21h35 da noite de domingo, 29 de Janeiro, após abordagem da Patrulha Reforço de Polícia Militar, a um veículo na avenida Curitiba, bairro Jardim Primavera, em Vilhena.

Policiais da Patrulha Reforço patrulhavam a localidade quando se depararam com o motorista de um veículo Ford Fusion de cor branco, que tinha outros três passageiros a bordo, transitando pela via de forma desatenta e acelerada, colocando em risco a vida de outras pessoas e as próprias, bem como, poderia estar sob a influência de bebidas ou drogas.

Diante disto, foi dada ordem de parada aos suspeitos e determinado que desembarcassem do veículo, contudo, estes demoraram certo tempo para descerem e demonstrando certa agitação.

Questionados, eis que assumiram que demoraram a sair pelo fato de que todos estavam fumando um cigarro de maconha e que a demora foipelo fato de que estavam esfarelando a bituca do cigarro e “fugir do flagrante”.

Foram realizadas buscas pessoais, não sendo encontrado ilícitos, porém, em revista ao veículo, foram encontradas duas porções de maconha embaladas em plástico transparente, que juntas totalizaram oito gramas e estavam escondidas embaixo do banco do passageiro e um dischavador utilizado para triturar a maconha, além é claro, de terem sido encontrados os farelos do cigarro de maconha.

Não bastasse isso, os policiais encontraram uma arma de fogo no vão que fica entre o assento e o encosto do banco traseiro, se tratando de uma pistola Taurus, modelo G2C, calibre 9 milímetros, com númeração raspada e alimentada com nove munições do mesmo calibre, prontas para uso.

Fora descoberto ainda, que o motorista do carro, identificado como “Bruno F. C. S” não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), portanto, é inabilitado e não poderia estar dirigindo um carro.

Para a polícia, o adolescente “J. A” alegou ser proprietário de uma das porções de maconha, enquanto o infrator Haniel F. P alegou ser proprietário da porção maior do entorpecente e assumiu ainda, estar de posse da arma de fogo, que alegou ter pego emprestada de um amigo para “sua defesa pessoal”. Haniel responderá por porte ilegal de armas de fogo.

A guarnição do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) foi solicitada para prestar apoio na ocorrência, onde os infratores foram colocados no compartimento fechado, sem a necessidade do uso de algemas.

Todos os infratores foram apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para providências cabíveis da Polícia Civil, sendo apreendidos o carro, as porções de drogas, a arma de fogo e munições, bem como, celulares e um total de R$765,10 encontrados com os suspeitos, sendo que desse total, a quantia de R$663,00 pertecem à Bruno.

Redação

Rota Policial News

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)