Policial

Menores suspeitos de tráfico fogem da polícia, um deles invade escola e depois acabou detido com simulacro

Moradores do residencial Alvorada relataram disparos de arma de fogo, no entanto, não se passaram de boatos

O caso foi registrado no final da manhã desta sexta-feira, 05 de Abril, nas proximidades da escola municipal Bianca & Leonardo, no bairro Cohab, que se estendeu as ruas do residencial Alvorada, em Vilhena.

Tudo começou quando policiais militares se deslocaram em uma residência para apurar denúncia de comércio de entorpecentes e que no local, menores infratores, se aproveitavam da ausência da mãe de um deles para fazerem o uso de drogas.

Diante disto, uma equipe do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) intensificou o patrulhamento no bairro e ao passar pela rua viu o menor que iremos chamar de “D”, 13 anos,  que entrou na casa e ao sair, foi abordado, sendo encontrado uma porção de maconha. Foi emanado ordem de parada aos demais jovens que ali estavam, momento em que estes desobedeceram e saíram pulando muros de residências.

Na sequência, o menor que chamaremos de “G”, saiu correndo com a mão na cintura e pulou os muros de uma escola infantil, no caso, Bianca & Leonardo. Momentos depois, os policiais o encontraram saindo da casa de sua prima, no residencial Alvorada, onde ela informou que o garoto chegou correndo e jogou na cama um aparelho celular e um simulacro de arma de fogo e em seguida trocou de roupa e saiu, sendo abordado. Tal menor é suspeito de participação em roubos na cidade.

O menor G alegou ter  usado drogas com o menor D e que todos eles iriam usar drogas. Com o menor que chamaremos de “E” que também havia pulado muros de residências, os policiais encontraram R$ 115,00 e nas proximidades de onde o menor D havia pulado muros, foram encontrados um aparelho celular e seis invólucros de pasta base de cocaína na área da residência averiguada.

Ainda em revista na casa, foram encontrados outros três invólucros de pasta base de cocaína no muro. Ao prestar seus esclarecimentos, o menor E revelou que o dinheiro com o qual estava pertencem ao adolescente D e que seria proveniente do comércio de drogas.

Os menores alegaram ainda que todos os demais infratores que fugiram estavam usando drogas e que usavam na casa para não saírem pela cidade com entorpecentes. Eles revelaram também que o filho da proprietária da casa seria um dos menores que conseguiu escapar.

Os menores foram detidos e apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) onde devem prestar seus devidos esclarecimentos.

Moradores falaram através de áudios em grupos do WhatsApp que disparos teriam sido efetuados pelo infrator e até mesmo, que ele estaria com uma “submetralhadora”. Tal fato não foi confirmado pela polícia, que desmentiu tais alegações, uma vez que a arma que estava com o menor era simulacro de pistola.

A coordenadoria da escola negou os fatos todos. Salientamos que os fatos narrados por populares em áudios em grupos de WhatsApp é inverídico, não havendo nem mesmo a remota possibilidade de alguém estar portando uma “submetralhadora”.

Carlos Mont Serrate/Claudemir Sabino

Rota Policial News

 

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)