Policial

Menino é achado morto dentro de lago em loteamento

Corpo da criança foi achado na tarde deste domingo (20), na Estrada do Japonês.

Um menino foi achado morto, na tarde de domingo (20), dentro de um lago formado no loteamento Tropical, na Estrada do Japonês, em Porto Velho. Segundo informações de uma testemunha, a criança estaria brincando sozinha na água e acabou se afogando.

Após os moradores encontrarem o corpo do menino boiando, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar (PM) foram chamados para ir ao local.

A equipe de resgate retirou a criança da água, mas ela já estava sem sinais vitais. O corpo foi entregue ao Instituto Médico Legal (IML), que vai confirmar oficialmente a causa da morte.

Conforme o 2° Tenente dos Bombeiros, Geanderson Maia, que atendeu a ocorrência, o lago onde a criança morreu é usado na extração de terra para a produção de cerâmica.

A criança não havia sido identificada até a publicação da reportagem, às 17h47 (local). O Corpo de Bombeiros acredita que o menino tinha cerca de 7 anos.

Nesta segunda, o jornal conversou com moradores do Loteamento Tropical, nas proximidades do lago. Eles contaram que é comum ver crianças indo tomar banho no buraco, que fica na área de uma indústria cerâmica.

“Todos os dias elas passam por aqui, uns cinco, quatro de bicicleta. E lá é fundo. Os meninos que tomam banho lá disseram que não conhecem o menino (vítima). Como um responsável ainda não deu falta do menino?”, disse uma moradora que preferiu não ser identificada.

O lago onde a criança foi encontrada é formado pela retirada de terra para uma cerâmica que fica próxima.

No acesso ao local há uma porteira com cadeado. Mas, ao lado, existe um trecho sem cerca que permite o acesso de qualquer pessoa a área. Também não há placas informando se o espaço é uma propriedade privada e se o banho é proibido.

O IML informou que o protocolo nesses casos é guardar o corpo por até 30 dias à espera de identificação. Caso nenhuma pessoa se apresente como responsável, a Justiça é comunicada e decide a destinação.

Fonte: G1 Rondônia

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar