Geral

Justiça Eleitoral manda Câmara de Vilhena afastar vereador definitivamente; policial civil vai herdar a vaga

Processo contra Graebin transitou em julgado e, portanto, não cabe mais recurso

Na tarde de ontem, o presidente da Câmara Municipal de Vilhena, Ronildo Macedo (PV) recebeu um ofício da Justiça Eleitoral, determinando que ele promova a extinção do mandato do vereador Vanderlei Graebin (PSC).

Macedo deve ler o comunicado e assinar o afastamento de Graebin na sessão da Casa marcada para o dia 02 de abril. A vaga aberta será herdada pelo policial civil Wilson Tabalipa (PV).

O Folha do Sul Online conversou com o Departamento Jurídico da Câmara e recebeu a informação de que, caso Macedo se omita em afastar Graebin, ele próprio perde o cargo por determinação da justiça.

Vanderlei, o mais longevo dos vereadores de Vilhena, reeleito em 2016 para exercer seu sexto mandato consecutivo, foi cassado por uma CPI, mas conseguiu retornar por determinação do TJ de Rondônia (VEJA AQUI).

Ele foi condenado pela Justiça Eleitoral por falsidade ideológica a um ano e seis meses de reclusão, mais multa. O processo transitou em julgado no dia 02 de março e o parlamentar, portanto, não pode mais recorrer

. A situação dele é a mesma do vereador Carmozino Taxista (PSDC), que também teve o mandato extinto (ENTENDA AQUI).

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar