Policial

Invasores de fazenda são suspeitos de furtar trator de esteira e polícia é acionada

Na propriedade de 2.300 hectares, empregados foram ameaçados e casas, incendiadas

Na manhã de quinta-feira, 04 de Junho, um empresário do ramo de terraplanagem, que já morou em Vilhena, e hoje tem sua firma instalada em Cuiabá (MT), registrou queixa na polícia local, denunciando o furto de um trator de esteira em sua fazenda.

A propriedade, que desde novembro do ano passado vem sendo atacada por invasores, fica a 15 km da usina hidrelétrica do rio Apertadinho e a 130 km de Vilhena.

O dono já conseguiu reintegração de posse na justiça, mas os criminosos continuam nas proximidades da área, fazendo ameaças e depredações.

A fazenda de 2.300 hectares foi invadida pela primeira vez no fim do ano passado. Cerca de dez homens armados e encapuzados expulsaram o caseiro e ainda, segundo o empresário, teriam respeitado a mulher de seu empregado.

Em fevereiro deste ano, a justiça determinou a reintegração de posse e os grileiros saíram do local, mas retornaram pouco depois, ameaçando o novo caseiro e incendiando duas residências que havia lá.

Os acusados, segundo disse o fazendeiro, também extorquiam um pecuarista que arrendava pasto no imóvel e que, após as ameaças dos invasores, que prometiam envenenar o gado, retirou toda a criação de lá.

Pouco depois do segundo ataque, outros dois empregados também foram colocados na área, mas acabaram escorraçados pelo bando armado. Na mesma ocasião, o curral e um galpão foram incendiados.

Nesta semana, uma pessoa contratada pelo dono da terra foi até lá para verificar a presença do trator. O encarregado da verificação precisou cortar o cadeado com o qual os invasores havia trancado a porteira.

Com isso, ele constatou que o maquinário não estava no local, realizando buscas no local, sem êxito.

Após se certificar do furto da máquina, foi feito o registro na polícia, na tentativa de encontrar o equipamento, que foi retirado da fazenda em cima de um caminhão.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar