Policial

Invasor de terras é acusado de queimar casas e madeira que seria usada na construção de igreja em Vilhena

Homem que alega ser dono de área em disputa é o principal suspeito

Na noite de domingo, 05, alguns posseiros que residem na linha 146, Gleba Corumbiara, sentido a antiga farinheira em Vilhena, procuraram a Polícia Civil para denunciarem que um incêndio provocado por alguém desconhecido havia destruído três casas e grande parte do madeiramento beneficiado que seria usado na construção de uma igreja evangélica em uma área que está sob regulamentação fundiária.

De acordo com os denunciantes, parte da área havia sido doada para a construção do templo religioso, porém, na manhã de domingo eles se depararam com os estragos causados por um incêndio provocado por ação humana.

As vítimas relataram ainda que, na mesma manhã, um homem que diz ser proprietário legítimo das terras, no entanto, não possui documentos que comprovem tal alegação, compareceu ao local exigindo que os posseiros se retirassem.

Os denunciantes afirmaram ainda que possuem vídeos dos danos causados e documentos que comprovam a posse precária da área em disputa.

 

Fonte: Folha do Sul Online

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)