Policial

Inquérito envolvendo adolescente vilhenense que foi linchado durante assalto no Mato Grosso é concluído pela PC

Garoto de 15 anos disparou contra atendente de barraca durante a Expovil

Na manhã desta segunda-feira, 15, o delegado Núbio Lopes de Oliveira, titular da Delegacia de Homicídios de Vilhena, anunciou a conclusão de um inquérito que apurava uma tentativa de assassinato registrada na cidade no ano de 2014.

De acordo com o delegado, durante a Expovil, maior feira agropecuária do Cone Sul, o adolescente Dhione Siqueira, que tinha 15 anos na época, foi trocar o passaporte que serve como bilhete de entrada no evento, por bebidas numa barraca que funcionava dentro do Parque de Exposições.

O atendente do estabelecimento chamado “Parada Obrigatória”, Carlos Adalberto dos Santos, então com 21 anos, consultou o dono da barraca, que não autorizou a permuta da cartela pelas bebidas. Detalhe: o bilhete não estava em nome do menor.

Irritado diante da recusa, Dhione saiu do local e, pouco tempo depois, voltou com uma arma de fogo. Sem discutir com a vítima, o garoto disparou contra Carlos, que sobreviveu, mas ficou com seqüelas graves, decorrentes dos ferimentos.

Em maio de 2017, o adolescente vilhenense foi linchado na cidade de Várzea Grande (MT), durante uma tentativa de assalto. Populares capturaram o menor e o espancaram no meio da rua, provocando a morte dele no pronto-socorro da cidade. O comparsa de Dhione, Cléber Rocha Batista, trocou tiros com a polícia, sobreviveu e acabou preso.

Fonte: Polícia Civil com informações Folha do Sul Online

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close