Policial

Homem é morto dentro do presídio Cone Sul em Vilhena

Perícia e Polícia Civil estiveram no local. Presidiário foi morto com mais de 40 golpes de chucho

O homicídio foi registrado na tarde deste sábado, 28 de Novembro, nas dependências do presídio denominado Centro de Ressocialização Cone Sul, área rural de Vilhena.

De acordo com as primeiras informações, o presidiário Carlos Henrique Introvil Evaristo, de 21 anos, teria sido executado por outros detentos que estariam insatisfeitos com a vítima, pelo fato de esta ter sido “cagueta” e delatado outros presos que outrora, juntamente com este, teriam executado o agente penitenciário André Borges Mendes, ocorrido no pátio do posto Cavalo Branco em Vilhena, no dia 09 de Agosto deste ano.

Carlos estava no pavilhão “B”, onde ficam os membros da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), sendo que os executores seriam da mesma facção.

A Polícia Civil e Militar isolaram a área até conclusão dos trabalhos periciais da Polícia Técnico-Científica (POLITEC).

Lembrando que Carlos havia sido preso na cidade de Cerejeiras/RO e foi transferido para o presídio Cone Sul, onde aguardava sentença.

A vítima foi morta com mais de 40 golpes de chucho, que se trata de um objeto artesanal pontiagudo, normalmente feito no interior de estabelecimentos prisionais pelos próprios detentos; são utilizados para a fabricação de vergalhões, cabos de colheres ou qualquer outro objeto metálico. (Veja)

Tony Rota/ Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo