Trânsito

Filha estava na garupa da moto do pai no momento de acidente fatal em Vilhena; ela sofreu escoriações

Garota estava em estado de choque e só soube da morte do pai horas depois

A reportagem do jornal Rota Policial News apurou que a filha do mestre de obras Sidnei Martins Aguis, de 53 anos, estava na garupa da moto no momento do acidente fatal ocorrido na tarde desta terça-feira, 07 de Dezembro, em um dos cruzamentos da avenida Vitória Régia (1.705), cruzamento com a rua 1.712, no bairro Jardim Primavera, setor 17 em Vilhena. (Veja) (Veja) (Veja)

Conforme apurado, Sidnei pilotava uma motocicleta Honda Bros de cor branca e tinha como passageira, a filha, de idade não revelada. Eles seguiam pela avenida Vitória Régia (1.705) quando houve a trágica colisão.

O motorista de um caminhão transitava pela rua 1.712 quando Sidnei acertou o último vagão do caminhão, possivelmente, em alta velocidade.

Com a colisão, a motocicleta foi parar embaixo do caminhão e uma das rodas atingiu a parte pélvica da vítima, que ficou inconsciente e em estado grave. A filha dele, por nome “Kézia”, sofreu escoriações e estava em estado de choque.

Na ocasião, a unidade de resgate do Corpo de Bombeiros Militares levou Sidnei ao pronto-socorro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e em parada cardíaca.

Outra unidade de resgate do Corpo de Bombeiros encaminhou Kézia para UPA, onde para que ela não visse a gravidade dos ferimentos do pai, foi levada para outra sala no momento em que os médicos, bombeiros e enfermeiros tentavam reanimar Sidnei,.

Apesar dos esforços das equipes, Sidnei, que apresentava hemorragia interna e vários ferimentos, acabou não resistindo a parada cardíaca e vindo ao óbito.

Somente algumas horas depois, quando Kézia já estava mais calma e acompanhada de familiares é que ela foi informada sobre a morte do pai.

A Polícia Militar de Trânsito (P-TRAN) isolou a área para perícia da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e o corpo foi liberado para funerária Vilhena, conforme solicitação dos familiares.

A perícia criminal deverá apurar de quem foi a culpa para que o sinistro ocorresse, porém, ao que tudo indica, como o caminhão já estava com a última parte atravessando a via, o que resultou na tragédia foi a velocidade da motocicleta.

Sidnei era mestre de obras e estava indo para o trabalho. Ele que residia no bairro Cidade Verde.

Em casos de acidentes com traumas ou fatais, procure o escritório R.R Consultoria e assessoria e de entrada no seu DPVAT-Você pode ter direito a receber um valor especifico, o escritório trabalha com a parte administrativa e fica localizado na avenida Sabino Bezerra de Queirós, sob o número 3461B, no bairro Jardim América em Vilhena, RO. Ou ligue para Roberta: (69) 98494-1934 e (69) 9807- 9443 ou fale com a Claudiane: (69) 98495-8216 e ( 69 ) 99975- 2778** SEU DIREITO COM RESPEITO!

Tony Rota 

Rota Policial News 

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)