Policial

Em Vilhena, rapaz de 20 anos assume assassinato de agricultor de 59 e é liberado após prestar depoimento

Segundo homicida confesso, morte foi provocada por dívida

Dois dias após o cadáver do agricultor João Cardoso, 59 anos, ser encontrado numa chácara nos arredores de Vilhena, o rapaz que o matou se apresentou à polícia e foi liberado depois de prestar depoimento. Inicialmente, um filho de João chegou a ser apontado como suspeito de tê-lo executado, mas um vizinho da vítima assumiu o homicídio.

Em seu depoimento, prestado na manhã desta quinta-feira, 20, João Carlos Velasco Alves, de 20 anos, contou que teria procurado o chacareiro para cobrar uma dívida referente a serviço prestado a ele. O devedor, segundo a versão do assassino confesso, teria lhe atacado com uma faca e ele, para se defender, desferiu o golpe fatal, usando o mesmo tipo de arma, nas costas do agricultor. Como a justiça havia negado o pedido de prisão preventiva feito contra o rapaz, ele foi liberado depois de interrogado.

Trabalho de peritos realizado na cena do crime revelou que a casa em que a vítima morava sozinha, após a esposa ir embora do local, estava toda revirada. A suspeita é que João tenha flagrado o xará mais jovem e, por isso, teria sido morto por ele. O rapaz mora numa chácara vizinha à da vítima.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)