Geral

Em 10 anos, Rondônia gastou mais de R$ 21,7 milhões com vitimas de acidente de trânsito

Os acidentes de trânsito geraram um gasto de R$ 21.796.295,69, do SUS

Os acidentes de trânsito geraram um gasto de R$ 21.796.295,69, do SUS, para o Estado de Rondônia nos últimos dez anos, segundo o levantamento divulgado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Somente em 2010, foram gastos cerca de R$ 2.714.639,53 em despesas com internação. O estudo revelou ainda que, de 2009 a 2018, 22.447 mil pessoas deram entrada nos hospitais públicos do Estado vítimas de acidentes de trânsito.

Ainda de acordo com o levantamento, 2010 foi o ano que mais houve óbitos em Rondônia provocadas por acidentes no trânsito, totalizando 612. Já em 2012, 665 pessoas morreram em acidentes de trânsito.

O levantamento mostrou também que os desastres nas ruas e estradas do País já deixaram mais de 1,6 milhão de feridos nos últimos dez anos, ao custo direto de quase R$ 3 bilhões para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo a análise do CFM, a cada hora, em média, cerca de 20 pessoas dão entrada em um hospital da rede pública de saúde com ferimento grave decorrente de acidente de transporte terrestre.

Ao avaliar o volume total de vítimas graves do tráfego nos últimos dez anos (1.636.878), é possível verificar que 60% desses casos envolveram vítimas com idade entre 15 e 39 anos, sendo menor a frequência nas faixas etárias que vão de zero a 14 anos (8,2%) e em maiores de 60 anos (8,4%). Outra constatação: quase 80% das vítimas eram do sexo masculino.

Em números absolutos, 43% do volume total de internações registradas no SUS no período ficaram concentrados em estados do Sudeste, região que reúne também metade da frota de veículos automotores do País. Outros 28% dos casos graves ficaram no Nordeste e o restante ficou diluído entre o Sul (12%), Centro-Oeste (9%) e Norte (7%).

Se por um lado as tragédias no trânsito trazem dor e sofrimentos aos pacientes e seus familiares, por outros elas também estendem suas consequências para o bolso dos brasileiros. Na última década, as internações hospitalares decorrentes de acidentes de trânsito consumiram cerca de R$ 2,9 bilhões do SUS, em valores atualizados pela inflação do período.

 

Fonte: Rondônia Agora

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar