Geral

Delegado manda arquivar denúncia de enfermeira contra jornal de Vilhena que publicou descaso em Cerejeiras

Profissional de saúde processou site por divulgar vídeo que já havia sido postado no Facebook

Num despacho de seis páginas, o delegado da Polícia Civil em Cerejeiras, Mayckon Douglas Pereira, arquivou a queixa de uma enfermeira contra o jornal vilhenense Folha do Sul Online.
A denúncia contra o site foi motivada pela publicação de uma reportagem em julho deste ano.

O texto veiculado pelo jornal eletrônico não apontou nomes, mas registrou o vídeo feito por um pecuarista de 56 anos, que denunciou o mau atendimento no posto de saúde onde a profissional trabalhava na época.

O autor da filmagem jogou as imagens nas redes sociais e ainda levou o caso ao conhecimento da prefeita Lisete Marth (PV).

Ao avaliar a queixa da enfermeira, o delegado não viu, em relação ao site, nenhuma ação que pudesse configurar injúria, calúnia ou difamação.

Mayckon citou jurisprudências de tribunais superiores, que consideram legítimo o direito constitucional de informar, negando indenizações contra jornais que agem pelo bem do interesse público.

A autora da queixa policial está processando o site, que se defende na justiça em Porto Velho. Os advogados do veículo entendem que toda a informação contida na reportagem contestada pela enfermeira foi dada de maneira isenta e profissional (lembre aqui). O nome dela, aliás, sequer foi citado.

Clique aqui e leia, na íntegra, o despacho do titular da Delegacia da Polícia Civil de Cerejeiras.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar