GeralPolítica

Eleição no SINTERO vai parar na Polícia, com registro de ocorrência por fraude e ameaça

De acordo com o BO, dinheiro do sindicato estaria sendo usado pela chapa 2. Delegado deve instaurar inquérito

Dois boletins de ocorrência policial foram registrados em Porto Velho, o primeiro na 8ª Delegacia de Polícia Civil, e o segundo na 7ª Delegacia, envolvendo a eleição da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (SINTERO), que acontece no dia 5 de novembro.

O primeiro BO foi registrado por Harlon Regis Barbosa de Sa e Joabson Leite, que denunciaram Dioneida Castaldi e José Agostoo Neto por fraude. Franknei Almeida Duarte compareceu como testemunha. Dioneida concorre a presidente do SINTERO, e José Augusto a secretário de Organização.

De acordo com o que consta no Boletim de Ocorrência, Joabson Leite teria recebido quatro requisições de gasolina das mãos de Dioneida.

Duas requisições de R$ 200,00, uma de R$ 300,00 e outra em branco, todas com carimbo do SINTERO, para abastecimento no Posto Ipiranga.

Joabson alega que foram abastecidos três veículos, conforme pode ser verificado em câmeras do estabelecimento comercial citado nos autos.

Ele também alega ter recebido orientação dos acusados para negociar em dinheiro a quarta nota, também com carimbo do SINTERO, para que fossem custeadas as despesas para a ida até Guajará-Mirim.

Conforme a denúncia à Polícia Civil, a ida a Guajará-Mirim seria para buscar as assinaturas dos professores Maria Eurisandra, Anair, Maria de Fátima de Araújo e Roberto Carlos, que iriam compor a chapa de Dioneida.

O segundo Boletim de Ocorrência é por ameaça, registrado por Jozué Sousa Abreu Dominguez e Harlon Regis Barbosa de Sa, contra José Agostoo Neto.

Eles alegam que receberam ameaças através do aplicativo WhatsApp, devido ao registro do primeiro BO contra José Augusto e Dioneida.

Os fatos narrados, de acordo com o que consta no Boletim de Ocorrência, foram comunicados à comissão eleitoral.

O jornal apurou que a chapa 2, integrada por Dioneida e José Agostoo, representa a continuidade do grupo que comanda o Sintero há mais de 30 anos.

Nesta chapa está Manezinho do SINTERO, que já foi candidato algumas vezes e até colocou a sigla do sindicato em seu nome político.

Apesar do que, é bom esclarecer que contra Manezinho não consta nenhuma acusação. É apenas a confirmação de que o grupo faz parte da turma que comanda o SINTERO há décadas.

Na prática, está sendo denunciado que Dioneida estaria usando dinheiro do Sintero para montar sua chapa, por isso a denúncia por fraude. Agora a Polícia deverá apurar o caso.

Fonte: blogentrelinhas

 

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)