Policial

Duplo homicídio ocorrido nesta manhã foi flagrado por câmeras de segurança e polícia já identificou autor do crime

O acusado do crime encontra-se foragido. Polícia identificou carro usado na ação e chegou ao nome do homicida

O duplo homicídio foi registrado na manhã desta quinta-feira, 13 de Dezembro, em frente a uma residência na rua 11, no bairro Bela Vista, em Vilhena.

Conforme apurado, Abraão Fernandes da Silva, de 29 anos, e Geovana Carvalho, de 16, estavam a bordo de uma motocicleta Honda CG Titan de cor preta, quando um homem de capacete que estava dentro de um carro, estacionado na contramão, desceu e foi em direção as vítimas, abrindo fogo, atirando a queima roupa.

Marido e mulher foram mortos com vários tiros de pistola calibre 380 e após o crime, o homicida evadiu-se do local, não sendo mais avistado.

Mecânico já esteve preso por ameaça e porte ilegal de armas

Em 29 de março do ano de 2.017, Abraão foi preso pela Polícia Militar após ameaçar um casal na avenida Paraná, no bairro Alto Alegre, empunhando arma de fogo. Na ocasião, ele fugiu das guarnições e durante a fuga, desfez-se de um revólver de calibre .38 contendo cinco munições intactas, além de um canivete.

Para a polícia, neste dia, Abraão alegou que viu marido e mulher brigando na rua e decidiu ajudá-la, ameaçando o marido da mesma. Contudo, o casal desmentiu a versão, sendo que em depoimento, a mulher disse que Abraão teria abordado seu marido e dito: “agora nós desenrola”.

Abrão Fernandesfoi preso e indiciado por posse e porte ilegal de arma de fogo e munição. Naquele mesmo ano a 2ª Vara Criminal, em Vilhena, o condenou a cinco anos de prisão com base nos artigos 14 e 16 do Código de Processo Penal. Desde fevereiro deste ano ele cumpria pena em regime semiaberto.

Câmeras de segurança flagraram toda ação 

A Polícia Civil tevê acesso as imagens das câmeras de segurança de um comércio próximo ao local do crime, que captaram a ação criminosas e a placa e modelo do veículo usado pelo assassino.

Através destas imagens, os policiais conseguiram identificar a placa do automóvel Fiat Uno de cor prata e placa DZV-2504/Vilhena, usado pelo criminoso e através da placa, descobriram o nome de quem seria o proprietário do veículo. As equipes então deslocaram-se ao endereço do proprietário do carro e o conduziram para Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), onde ele presta depoimento.

Durante a prisão, este homem revelou o nome de quem seria a pessoa para qual ele emprestou o carro, sendo este “Wesley” e os policiais agora tentam localizá-lo. Sua identificação já foi feita pelo Serviço de Investigação e Captura (SEVIC). Ele segue foragido da justiça.

Um advogado procurou a Polícia Civil ainda durante está tarde, apresentando-se como representante do acusado e está em negociação para apresentação do homicida nos próximos dias.

A reportagem segue acompanhando o caso, no intuito de descobrirmos a motivação que levou a este duplo homicídio que abalou a cidade nesta quinta-feira.

Carlos Mont Serrate/Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar