Policial

Cadeirante que foi baleado em Vilhena morre em hospital de Porto Velho

David Andrade Ramos tinha 31 anos e ficou na UTI de Vilhena

O apenado do regime semiaberto, David Andrade Ramos, de 31 anos, que foi baleado na face no dia 30 de outubro do ano passado na varanda da casa onde morava na rua Pernambuco, Setor 19 de Vilhena.

Ele que já tinha sobrevivido a outro atentado a tiros ocorrido em Ji-Paraná no dia 20 de dezembro de 2016, que o deixou paraplégico, morreu no início de janeiro, em Porto Velho.

David, que passou vários dias internado na UTI de Vilhena até ser transferido para Porto Velho, segundo informações da Colônia Penal, morreu devido a complicações no quadro clínico.

O homem cumpria pena provisória em regime domiciliar devido a sua situação de cadeirante por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, e já possuía uma extensa ficha criminal, da época em que ainda residia em Ji-Paraná.

No dia do crime, dois indivíduos desconhecidos chegaram ao local em um veículo Gol de cor branca e um deles desferiu tiro a queima roupa contra a cabeça de David, que atingiu na região da face. (Veja Aqui)

A Polícia Civil segue investigando o crime na tentativa de elucidar os fatos.

Acesse o jornal mais completo da região. Continue interagindo com o Rota Policial News. Concorra a prêmios no Rota Policial News em parceria com a Vilhena Car. Saiba Mais

 

 

 

https://youtu.be/kAG5njLrQB8

Fonte: Folha do Sul Online

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)