Policial

Após tentar invadir hotel e fazer ameaças a ex-prefeito, homem invade hospital dizendo que precisava matar um

Infrator gritava em alto e bom som os dizeres: "Eu matei o filho do Rover e fui lá para matar ele no hotel, mas não achei"

A ocorrência foi registrada na madrugada deste sábado, 24 de Julho, nas dependências do Hospital Regional de Vilhena, após o infrator invadir o local e perturbar pacientes e funcionários, fazendo ameaças de morte.

Horas antes, por volta das 20 horas de sexta-feira, o infrator já havia ido ao hotel Rover onde tentou invadir o local, fazendo ameaças de morte aos funcionários e ao ex-prefeito Zé Rover, contudo, sem êxito pois a porta estava fechada.

Na ocasião, o funcionário amedrontado solicitou a presença da Polícia Militar para registrar o caso, contudo, quando os policiais chegaram o infrator havia se evadido.

Posteriormente, o infrator retornou ao hotel, já durante a madrugada, fazendo novas ameaças perguntando pela pessoa do ex-prefeito Rover e dizendo que já matou o filho do mesmo e que ele seria o próximo, tendo novamente se evadido do local.

Já por volta das 03 horas da madrugada, o acusado foi até o pronto-socorro do Hospital Regional de Vilhena, estando muito alterado, fazendo ameaças de morte aos pacientes e funcionários que ali se encontravam dizendo que iria matar um por um.

Rapidamente os policiais militares chegaram ao hospital e lá se depararam com o acusado Luiz A da C, de 37 anos, gritando dentro da área de triagem, se negando a sair do local, dizendo em alto ebom som que iria matar o ex-prefeito.

Luiz gritava os dizeres: “Eu matei o filho do Rover e fui lá para matar ele no hotel, mas não achei”, alegando ter sido ele que foi ao hotel Rover fazer ameaças e matar alguém, mas que como estava fechado, foi embora.

O infrator gritava ainda que como não encontrou o hotel aberto, decidiu ir ao hospital pois precisava matar alguém hoje.

Foi necessário o uso da força moderada e o uso de algemas para conter o infrator, que chegou a se jogar no chão, mas foi preso em flagrante por ameaças e perturbação do trabalho e da tranquilidade de pessoas.

Luiz foi apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) e deve prestar esclarecimentos para Polícia Civil.

Tony Rota/ Claudemir Sabino

Rota Policial News

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)