Policial

Adolescente ameaça fazer massacre em escola de Manaus

O adolescente afirmou sofrer bullying em casa e na rua

Manaus (AM)- Em menos de um mês, mais uma ameaça de massacre em escola assusta familiares de alunos em Manaus.

Desta vez, um adolescente de 17 anos, ameaçou realizar um massacre na segunda-feira, 20 de Setembro. O estudante utilizou as redes sociais para fazer o “aviso”. A publicação foi postada por volta das 20h deste domingo (19).

O alvo seria o Colégio Estadual Amazonense Dom Pedro I, localizado na avenida Sete de Setembro, no Centro de Manaus.

Em uma segunda publicação nos stories do Instagram, o adolescente afirmou sofrer bullying em casa e na rua. Além das ameaças, ele também prometeu suicidar-se após o atentado na escola.

Acabou pra mim não aguento mais, já deu pra mim cansei de ser tratado igual lixo por todo mundo, foram 18 anos tratado assim em casa, na rua em todo lugar, mas antes de eu me suicidar eu vou roubar um carro vou assaltar vou furar a cara de muita gente de tiro, vou matar geral, foda-se todo mundo, eu já vivi muito já sai pra várias festas já bebi já usei drogas, peguei monte de mulher, mas é isso amanhã vai começar”, concluiu.

No grupo de conversas por aplicativo, os alunos estavam aterrorizados e alguns informaram que não compareceriam ao colégio.

O gestor da escola Marcos Ramos informou que a polícia foi chamada e que nesta segunda estariam reforçando o policiamento na escola.

A 24ª CICOM informou agora pela manhã que as viaturas da Polícia Militar devem permanecer na escola e que o adolescente confessou ter feito as ameaças, mas informou que se arrependeu das publicações e que não irá mais realizar os ataques.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto informou que o caso foi identificado tão logo o aluno fez a publicação em sua rede social e os responsáveis do estudante foram à escola conversar com a gestão sobre as medidas cabíveis. As aulas foram mantidas normalmente.

A secretaria reforçou ainda que incentiva o diálogo na resolução das situações diárias e incentiva que estudantes e docentes se tratem sempre com respeito.

Outra ameaça

 

No dia 13 deste mês, um aluno da rede estadual de ensino publicou nas redes sociais sobre um possível atentado que deveria acontecer no dia 15 de setembro.

O alvo seria a Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, localizada no bairro Compensa, zona Oeste de Manaus, zona de intenso confronto entre facções e grande registro de execuções.

O estudante relatou que sofria bullying. Segundo a publicação, o autor da mensagens tentou se matar diversas vezes.

Fonte: Em Tempo / El País

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)