Política

“Vilhena é o berço das escolas militares”: diz Goebel em audiência que discutiu militarização da escola Cecília Meireles

Com três unidades militarizadas, Vilhena também se torna uma vitrine para outros municípios

O deputado estadual, Luizinho Goebel (PV), presidiu na noite desta quinta-feira, 15, em Vilhena, uma Audiência Pública que teve como objetivo discutir o processo de transição da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Cecília Meireles que, a partir de 2020, será gerenciada pelo Corpo de Bombeiros Militares de Rondônia em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC).

O encontro que contou com a presença de autoridades políticas, civis e militares, bem como da comunidade escolar foi realizado no pátio da escola que com o início da gestão compartilhada será chamada de Colégio Dom Pedro II, uma homenagem ao patrono dos Bombeiros Militares do Brasil.

Durante a sessão, o parlamentar acompanhou a narrativa feita pelo Major BM Castro sobre os direcionamentos que foram e serão seguidos para o início da militarização da Escola Estadual Cecília Meireles.

Além disso, a 2ª Tenente BM Lucelma Pereira Cordeiro (atual diretora do Colégio Tiradentes VII em Porto Velho) apresentou também a trajetória percorrida pelo Colégio Tiradentes VII (antiga Escola Manaus).

O colégio vinha sofrendo constantes problemas de vandalismos, roubos e até incêndio criminoso antes de integrar o projeto de militarização.

Após a transição, segundo os apontamentos, esses distúrbios sociais foram totalmente sanados.

Sempre incentivando o início de novas propostas que ajudem a elevar o índice de aprendizado nas escolas, Luizinho Goebel fez questão de comentar durante a Audiência Pública que sempre foi a favor da implantação de colégios militares no Estado devido aos bons resultados que eles obtêm na formação do estudante e em avaliações nacionais.

“Em 2013, na Assembleia Legislativa, votamos um projeto de lei que permitia a implantação dos colégios militares em Rondônia. Na época, eu já era a favor e votei para que o projeto se concretize. Hoje, eu continuo com o mesmo entusiasmo e agradeço ao pai do projeto, o nosso Governador Coronel Marcos Rocha, pelo novo formato educacional que vem fazendo história no Estado”, diz Goebel.

BERÇO DAS ESCOLAS MILITARES

O município de Vilhena, atualmente, conta com duas escolas militares gerenciadas pela Polícia Militar em conjunto com a Secretaria Estadual de Educação e a Secretaria Municipal de Educação, sendo elas: o Colégio Tiradentes V e o Colégio Tamadaré, respectivamente.

Assim, com a implantação do Colégio Dom Pedro II dos Bombeiros Militares, a cidade ganha mais um projeto de êxito para os jovens e toda a comunidade.

“Sou grato a Deus por poder fazer parte desse belo projeto que contribui com a melhoria do ensino e das pessoas, do ambiente escolar e da valorização dos profissionais. Com certeza, Vilhena é o berço das escolas militarizadas e uma vitrine para outros municípios”, finaliza.

Texto e foto: Assessoria de Imprensa

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo