Policial

Vereador é preso após entrar armado em prefeitura

O investigado teria feito questão de deixar transparecer que estava armado

Polícia Civil em Presidente Médici cumpriu na manhã desta quinta-feira dia 26 de março, mandados de busca e apreensão nas residências de dois vereadores e no gabinete do presidente da Câmara Municipal de Castanheiras.

Os alvos foram o vereador Levy Tavares e o presidente da Casa, Izaias Dias Fernandes. Levy foi denunciado após entrar armado na Prefeitura da cidade, onde foi protocolar documento no gabinete do prefeito do Município. 

O investigado teria feito questão de deixar transparecer que estava armado, exibindo volume característico na cintura, o que motivou a representação por busca e apreensão junto ao Poder Judiciário, medida que foi deferida”, afirmou em nota a Polícia, não informando o envolvimento do presidente do Legislativo.

Ainda segundo a Polícia, durante o cumprimento, “na residência de Levy Tavares foi encontrado o objeto da investigação, qual seja uma arma de fogo calibre 32, com 8 munições intactas.

 O investigado não reagiu e colaborou com a equipe, indicando de pronto o local onde estava a arma apreendida.

 Diante das circunstâncias, o vereador foi preso em flagrante delito pelo crime de posse de arma de fogo e na delegacia respondeu também pela ameaça já praticada em apuração.

 Ao fim do procedimento, o vereador foi liberado mediante o pagamento de fiança, direito do investigado.”

O nome da Operação “Crise entre os Poderes”, de acordo com a Polícia, faz referência à “disputa pelo poder político no município de Castanheiras, onde existe grande desarmonia entre os membros dos Poderes Executivo e Legislativo Municipal, existindo também denúncias contra o prefeito, feitas pelos investigados, por fatos que também são objetos de investigação”.

FONTE MÍDIA RONDÔNIA

Facebook Comentários
Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar