Policial

Suspeitos de roubarem loja na avenida Melvin Jones são presos por tráfico de drogas

Jovens confessaram o roubo e um deles afirma ser membro da facção criminosa PCC

A operação da polícia aconteceu nesta terça-feira, 08 de Janeiro, em uma residência localizada na avenida 1.505, no bairro Cristo Rei, em Vilhena.

Após tomarem conhecimento do roubo ocorrido na tarde de segunda-feira, 07, na loja de materiais para construções Primel, no bairro Cristo Rei policiais realizaram os levantamentos através de imagens do circuito interno de segurança da loja, onde foi possível identificá-los.

Diante disto, na manhã de hoje, os policiais iniciaram as diligências no intuito de localizar os infratores, momento em que avistaram Maiq Gabriel de Oliveira Teixeira, de 19 anos, e Vitor Manoel Souza da Silva, de 18 anos, chegando em uma residência localizada na avenida 1.505 do bairro Cristo Rei.

Os dois acabaram abordados e ao serem confrontados com as imagens que mostravam os dois no assalto, Maiq decidiu cooperar e relatar como foi o roubo e onde estariam parte dos objetos roubados. Os policiais adentraram na casa, a qual estava vazia, devido a família de Maiq ter mudado para uma chácara próxima do pesqueiro Lagoa da Prata e nela encontraram apenas um simulacro de arma de fogo.

Maiq levou os policiais até a chácara, onde estariam os celulares e joias roubados e relatou que parte do dinheiro roubado, cerca de R$ 400,00 haviam sido entregues por ele para sua mãe. Ela que não encontrava-se no local e foi abordada posteriormente, entregando o dinheiro. Contudo, não foi possível apurar se ela tinha envolvimento ou sabia do crime. Na chácara foram encontrados os relógios, celulares, as roupas e a faca usadas no dia do crime.

Vitor Manoel afirmou ser integrante da facção criminosa denominada Primeiro Comando da Capital (PCC) e confessou que teriam drogas em sua casa, localizada na rua 1.507 do bairro Cristo Rei. Os policiais dirigiram-se até o endereço, onde os pais de Vitor autorizaram a entrada dos mesmos.

Nas buscas, os policiais encontraram 234 gramas de cocaína escondidos dentro de uma caixa de relógio que estava dentro de uma caixa de videogame, já dentro de um pote plástico que estava na gaveta da cômoda do quarto do acusado, os policiais encontraram quatro gramas de maconha.

Para a polícia, Vitor disse que no dia do crime ficou incumbido de pilotar a motocicleta para levar o comparsa para fazer o roubo. Eles que não quiseram revelar onde estava a motocicleta usada no crime.

Mediante aos fatos e a constatação do tráfico de drogas, os dois foram presos por roubo  e tráfico, sendo apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) e foram flagranteados pelo delegado de Polícia Civil plantonista.

Carlos Mont Serrate/Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar