Geral

Projeto que prevê obrigatoriedade do registro do tipo sanguíneo em uniformes escolares é aprovado pela ALE

Contribuindo para que os profissionais da área da saúde, a qualquer momento, possam desempenhar de forma eficaz as suas atividades

A Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei Ordinária nº 876/2018 de autoria do deputado Jesuíno Boabaid (PMN) que trata da obrigatoriedade do registro do grupo sanguíneo e fator RH nos uniformes de todos os alunos matriculados na rede pública e privada de ensino de Rondônia.

Segundo a propositura, desconhecer o grupo sanguíneo e o fator RH de uma pessoa pode prejudicar seu atendimento médico, colocando em risco sua saúde. A adoção da medida, de acordo com o deputado, facilitará a assistência aos alunos em caso de ocorrências de emergência.

“Contribuindo para que os profissionais da área da saúde, a qualquer momento, possam desempenhar de forma eficaz as suas atividades”, acrescentou Boabaid.

 Para o parlamentar, a política do registro do tipo sanguíneo nos uniformes escolares não representa qualquer inconveniência, não caracteriza nenhuma forma de agressão ao direito privado e tampouco onera o Estado.

 “Nosso objetivo tem como propósito socorrer as crianças e adolescentes que estudam nas escolas públicas de privadas do nosso Estado, na hipótese de acidentes”, concluiu Jesuíno Boabaid.

Fonte: Assessoria

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close