Política

Projeto da Gratificação da Educação é lido na Câmara após ampliação do benefício pela Prefeitura

25% do salário base inicial a mais para professores, coordenadores, supervisores e diretores

A rede municipal de Educação poderá ser beneficiada com uma gratificação de 25% do salário base inicial. O projeto foi enviado e lido ontem na Câmara de Vereadores após a Prefeitura ampliar o benefício na segunda-feira, 12. Com auditório lotado de profissionais da Educação, os vereadores aproveitaram a ocasião para elogiar a classe e se posicionar quanto ao projeto.

Todos que fizeram uso da palavra elogiaram a iniciativa do secretário de Educação, Clésio Costa, e do prefeito, Eduardo Japonês, em valorizar a classe de profissionais da Educação. A ação é uma forma de estimular professores a voltarem para sala de aula e também de bonificar aqueles que são responsáveis pela construção de uma sociedade mais justa através do ensino, conforme compromisso de campanha de Japonês.

“Fiquei feliz com a receptividade que o projeto teve e também com o engajamento da classe na sua discussão. Na segunda-feira tivemos uma reunião muito boa onde chegamos ao acordo de ampliar o benefício e agora poderemos ter ainda mais valorização da classe”, conta Clésio.

A votação depende de mais duas sessões na Câmara, conforme o rito tradicional de tramitação das matérias na casa. Calculado por meio da produtividade e assiduidade dos profissionais na rede de ensino, a gratificação não deixará de ser paga para aqueles que apresentarem faltas justificadas. O texto deverá ainda ser analisado pelas comissões da Câmara.

 

Semcom

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close