Policial

Professora e filho são presos em Corona Festa após ela desacatar a PM em Vilhena

“Sem farda vocês não são nada”, disse infratora. Mulher alegou ser sargento das Forças Armadas, mas informação não foi confirmada

A ocorrência foi registrada na madrugada deste domingo, 10 de Janeiro, pela guarnição do Centro de Vilhena, que colocou fim em várias “festinhas clandestinas”, uma “professora” também foi detida por desacato.

Segundo o registro a ocorrência, a guarnição se dirigiu ao local para apurar uma denúncia de perturbação de sossego e a moradora recebeu os militares com xingamentos e palavrões como “pé preto”, “pau no cu”, e afirmações de que sem a farda eles não eram nada.

Diante da situação, a mulher de iniciais S. F. P. B., que segundo informações extraoficiais, já atuou no município como professora, recebeu voz de prisão e seu filho tentou impedir a ação dos militares, sendo detido também.

Já na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) a mulher disse que era uma sargento das Forças Armadas, porém, foi realizado um levantamento sobre a informação e nada foi comprovado.

 

Fonte: Folha do Sul Online

Foto: Ilustração-Rota

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)