Policial

Prisões por embriaguez e apreensões de madeira são registrados pela PRF; em Vilhena bêbado foi preso após acidente

Total de madeiras apreendidas em aproximadamente 14 horas pela PRF em Rondônia: 133,47 m³

Diversas ocorrências movimentaram o final de semana em Rondônia durante as atuações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no estado, entre elas, uma prisão por embriaguez em Vilhena que foi registrada após acidente de trânsito.

Abaixo, a PRF falou um pouco de cada caso, sendo prisões por embriaguez e apreensões de madeira ilegal, que totalizaram aproximadamente 14 horas pela PRF em Rondônia: 133,47 m³.

Embriaguez ao volante

1) 19/04/2024, 05h20: Na BR 364, km 703, próximo à entrada do bairro Ulisses Guimarães, no município de Porto Velho/RO, a PRF foi acionada para atendimento de um acidente de trânsito, do tipo colisão lateral, envolvendo duas motocicletas. A partir do teste de etilômetro, uma das condutoras apresentou resultado 1,08 mg/L.

A mulher foi encaminhada à Central de Flagrantes pelo crime de embriaguez e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Os veículos envolvidos se encontravam sem licenciamento e com licenciamento atrasado.

2) 20/04/2024, 00h00: Na BR 364, km 28, no município de Vilhena/RO, a PRF atendeu um acidente de trânsito, do tipo colisão transversal, envolvendo um veículo de passeio e um caminhão.

Como de praxe, foi ofertado o teste de etilômetro aos envolvidos. O motorista do caminhão retornou resultado negativo, enquanto que o outro condutor apresentou resultado 0,73 mg/L.

O homem foi encaminhado à Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para as providências cabíveis por parte da Polícia Civil de Rondônia.

3) 21/04/2024, 00h25: A PRF realizava ronda no perímetro urbano da cidade de Ji-Paraná/RO, pelas pr

oximidades da BR 364, km 347, quando um veículo entrou na contramão quase colidindo contra a viatura da PRF. Desta forma, a equipe fez o retorno e deu ordem de parada ao condutor, que desembarcou de seu veículo com dificuldades para se manter em pé, olhos vermelhos, vestes desarrumadas, desorientado, entre outros fatores. O homem admitiu ter passado o dia em um sítio ingerindo bebidas alcóolicas e preferiu recusar o teste de etilômetro.

Durante os procedimentos administrativos, o condutor proferiu ofensas e ameaças à equipe, além de ter arremessado uma caixa de ferramentas contra um dos policiais – que foi atingido – e sair correndo, mas caiu ao solo poucos metros à frente.

A equipe deu voz de prisão ao infrator, que apresentou resistência, sendo necessária a sua contenção. O criminoso foi encaminhado à Polícia Judiciária pelo crimes de embriaguez ao volante; desacato; resistência; e lesão corporal leve.

4) 21/04/2024, 01h15: A PRF foi acionada por uma guarnição da PM-RO para comparecer na BR 435, km 143, no município de Guajará-Mirim/RO, quando foi visualizada uma motocicleta sendo conduzida por uma mulher.

Ao iniciar a abordagem, os policiais observaram certa alteração na fala da condutora, característica de pessoas que ingerem bebida alcóolica.

De pronto, a equipe ofereceu o etilômetro para realização do teste, que foi aceito pela condutora, e apresentou o valor de 0,92 mg/L.

A infratora foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil em Guajará-Mirim/RO. O veículo foi recolhido ao pátio por estar com o licenciamento atrasado.

5) 21/04/2024, 18h35: Uma equipe da PRF realizava ronda na BR 364, km 344, no município de Ji-Paraná/RO, quando se deparou com o condutor de uma motocicleta deixando o veículo “morrer” em um cruzamento movimentado, causando risco a ele próprio e aos demais usuários da rodovia.

Ao prestarem o auxílio, os policiais verificaram que o cidadão apresentava sinais de embriaguez. Após realizar o teste de alcoolemia, o valor obtido foi de 0,99 mg/L. O homem foi encaminhado à UNISP de Ji-Paraná e apresentado à Autoridade Policial para os procedimentos cabíveis.

6) 21/04/2024, 22h50: A PRF realizava comando estático (blitze) na BR 364, km 723, em Porto Velho/RO, quando foi dada ordem de parada ao condutor de um veículo que havia apresentado dificuldades na condução de seu automóvel diante dos cones dispostos na rodovia, inclusive, quase atropelando um dos policiais que se encontrava atrás da barreira de segurança.

Durante a fiscalização, percebeu-se que o condutor possuía visíveis sinais de embriaguez. Ofertado o teste do etilômetro, constatou-se o teor de 0,68 mg/L. Assim, foi dada voz de prisão ao infrator pelo crime do art. 306, do CTB (embriaguez ao volante). O autor foi conduzido à Central de Flagrantes da Polícia Civil em Porto/Velho.

Transporte irregular de madeira

7) 19/04/2024, 10h25: Durante fiscalização na BR 364, km 759, em Porto Velho/RO, policias deram ordem de parada ao condutor de uma combinação de veículos que transportava madeira em toras.

No decorrer da conferência da documentação da carga, os policiais observaram que o transporte estava sendo realizado em veículos diferentes dos autorizados/declarados. Conforme legislação vigente do IBAMA, o Documento de Origem Florestal (DOF) será considerado inválido nestes casos. Ao todo, 40,34 m³ de madeira foram apreendidos.

8) 19/04/2024, 16h: Equipe da PRF realizava fiscalização de rotina em frente ao posto da PRF localizado na BR 364, km 352, no município de Ji-Paraná/RO, quando deu ordem de parada a uma combinação de veículos. Os policiais solicitaram as documentações do condutor, dos veículos e da carga.

No Documento de Origem Florestal (DOF) constava o transporte de três essências de diferentes tipos de madeira, porém, após colhidas amostras das madeiras transportadas, constatou-se que todas apresentaram características macroscópicas divergentes das citadas no DOF. Ao todo, 27,27 m³ de madeira foram apreendidos.

9) 20/04/2024, 00h12: Durante fiscalização na BR 364, km 352, em frente ao posto da PRF, no município de Ji-Paraná/RO, policiais deram ordem de parada a uma combinação de veículos.

No decorrer da conferência da documentação de transporte da carga, a equipe observou que o deslocamento estava sendo realizado em veículos diferentes dos declarados e, também, por um outro motorista não autorizado no DOF. Ao todo, 24,36 m³ de madeira foram apreendidos.

11) 20/04/2024, 00h20: Uma equipe de prevenção e repressão aos crimes ambientais da PRF abordou um condutor de um caminhão na RO 205, km 20, no município de Cujubim/RO.

O motorista realizava o transporte de estacas de Pequiá (nome científico Caryocar Glabrum) com destino a Rio Crespo/RO sem possuir o Documento de Origem Florestal exigido por lei. Ao todo, 19,45 m³ de madeira foram apreendidos.

12) 20/04/2024, 00h30: A mesma equipe de prevenção e repressão aos crimes ambientais da PRF abordou um condutor de um caminhão na RO 205, km 20, no município de Cujubim/RO.

O motorista também realizava o transporte de madeira em toras sem possuir o Documento de Origem Florestal exigido por lei. Ao todo, 22,05 m³ de madeira foram apreendidos.

A revelou que o total de madeiras apreendidas em aproximadamente 14 horas pela PRF em Rondônia é de 133,47 m³.

Fonte: PRF

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)