Policial

Por suposto furto de um machado, vizinho ameaça outro com espingarda e caso termina na delegacia

Troca de ameaças e apreensão de arma de fogo resultaram em prisões

O caso de ameaça foi registrado na manhã desta segunda-feira, 11 de Fevereiro, em frente a uma residência localizada na rua 1.514, no bairro Parque Cidade Jardim, em Vilhena.

Segundo apurado, F. B. P, de 38 anos, acionou a Polícia Militar e informou que na manhã de hoje, às 06h30, seu vizinho, identificado como A. R de A, de 69 anos, foi até sua casa e o chamou, acusando-o de ter praticado o furto de um machado. A vítima negou os fatos, momento em que o idoso o ameaçou com os dizeres: “Se vocês passar em frente a minha residência novamente vou lhe dar um tiro de espingarda”.

A vítima então deixou o idoso falando sozinho, virou as costas e foi trabalhar; no entanto, ao retornar, por volta das 09h30, ao passar na frente da casa do acusado, este  de posse de uma espingarda partiu para cima do algoz e apontando a arma em sua direção disse: “Não disse que eu iria lhe matar? Me devolve o meu machado.”

Para não ser morto, o homem correu para dentro de casa e solicitou a presença da Polícia Militar, onde os policiais fizeram contato com o idoso, o qual assumiu tais fatos e entregou a espingarda de pressão com coronha de madeira envernizada, contendo um cartucho de calibre .22 intacto e na sequência, um frasco com mais três munições intactas.

Conduzidos para Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), a vítima afirmou que ao sair da sala de registro de ocorrências, iria enforcar o acusado. Ambos tiveram de prestar esclarecimentos ao delegado plantonista e a espingarda ficou apreendida.

Carlos Mont Serrate / Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close