Policial

Operação Boi Gordo mira empresários e servidores públicos corruptos em Rondônia

Diversos mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta terça-feira, 03 de Dezembro, a Operação denominada “BOI GORDO”.

A operação é destinada a investigar esquema de organização criminosa, envolvendo a prática de crimes contra a administração pública, a exemplo de crimes de corrupção, ativa e passiva, falsidades ideológica e documental, dentre outros, em desfavor do Erário Estadual.

Por meio de conteúdo probatório aportado junto ao Ministério Público Estadual, revelou-se estrutura criminosa no Estado, envolvendo empresários do ramo de Frigoríficos e servidores públicos, a qual, durante anos, impediu fiscalizações do ICMS, e, assim, possibilitou a sonegação expressiva deste imposto, mediante pagamento de milhões de reais à título de propina.

Estão sendo cumpridos medidas de busca e apreensão nos Municípios de Ariquemes e Porto Velho.

O gabinete e a casa do vice-prefeito de Porto Velho, Edgar Nilo Tonial, o “Edgar do Boi”, sofrem devassa na manhã de hoje.

Servidores saíram com dezenas de documentos apreendidos após determinação judicial. Também foram encerradas as buscas na casa de Edgar do Boi.

Durante coletiva na sede do MP, o promotor João Francisco Afonso confirmou que o vice-prefeito é investigado em esquema para barrar a fiscalização sobre ICMS.

Fonte: Rondônia Agora/ MP RO

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar