Geral

Oferecidas em escola municipal de Vilhena, aulas de yoga acalmam e melhoram autoestima de estudantes

“Aprendi que a gente relaxa, fica tranquila e temos mais paciência com os colegas”

A escola é o lugar onde as crianças passam a maior parte do tempo, e fazer desse ambiente um espaço atrativo para elas é um dos grandes desafios dos educadores. Em Vilhena, um projeto de yoga para crianças agora faz parte da rotina dos estudantes. O objetivo é melhorar o aprendizado, além de contribuir para a formação emocional e a autoestima dos pequenos.

O projeto foi implantado na Escola Municipal de Ensino Fundamental Ensina-me a Viver e cada turma tem uma hora de prática de yoga por semana. O projeto “Flor de Lótus” foi idealizado por Alecçandra Toledo, especialista em Yoga Educacional. Segundo a professora, a yoga é uma ferramenta poderosa na formação do caráter e da personalidade, pois gera muito aprendizado em todas as idades.

“O yoga para crianças é trabalhado de forma lúdica, com elas desenvolvendo todas as etapas: aquietação, pranayamas [respiração], asanas [posturas psicofísicas] e relaxamento através de jogos, brincadeiras e histórias”, explicou.

Segundo a diretora da escola, Claudete Lorenço, a prática de yoga deve melhorar a concentração das crianças em sala de aula, ajudando também no aprendizado delas. “Tudo o que vem para contribuir para a formação das crianças a gente aceita com bastante carinho. Esse projeto está acalmando elas, os professores já estão notando na sala a diferença”, afirmou.

A yoga é uma filosofia de vida, que trabalha o corpo e a mente através de atividades e de respirações. A prática ajuda no emocional, no controle de transtornos psicológicos e na flexibilidade de quem a pratica. O principal objetivo é levar os ensinamentos da yoga para o dia a dia, já que os adeptos mudam seu jeito de pensar e agir.

A estudante Lara Guimarães, de 9 anos, garante que já sente os benefícios da yoga, que está mais paciente. “Aprendi que a gente relaxa, fica tranquila e temos mais paciência com os colegas”, contou. O Waslan de Freitas, de 9 anos, gostou tanto da nova atividade que pratica yoga até em casa. “A professora passa os exercícios, eu leio tudo e meu irmão me ajuda. Quero continuar com yoga para a vida toda”, disse.

As crianças de 6 a 12 anos participam do projeto. Algumas são de classe social baixa e, segundo a professora Alecçandra Toledo, apresentam baixa autoestima e chegam desmotivadas à escola. A yoga melhora também esses aspectos.

“As crianças ampliam as percepções do corpo e da mente, desenvolvem concentração, autoestima, equilíbrio e agilidade. Descobrem ferramentas que auxiliam a superar e compreender os sentimentos como medo e ansiedade, crescendo com saúde física e mental”, garantiu Toledo.

Fonte: Morcegada
Autor: Rafaela Alves

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)