Policial

Mãe havia ido à casa do filho para levá-lo ao médico e acabou executada a facadas em Vilhena

Após se recusar a ir ao médico, homem matou a mãe com duas facadas

O crime bárbaro foi registrado na tarde desta sexta-feira, 26 de Julho, em uma residência localizada na avenida 1.701, próximo da avenida Rondônia, no bairro Jardim Primavera, em Vilhena.

Marta Correia de Andrade, de 60 anos, havia ido até a casa do filho, o acusado Eleandro Correia, de 35 anos, para levá-lo ao médico em uma clínica da cidade, quando acabou executada brutalmente pelo acusado.

Eleandro Correia se recusou em ir ao médico e discutiu com a senhora Marta, quando a mesma tentou convencê-lo à ir buscar tratamento. O acusado, que faz o uso de medicamentos controlados, se apossou de uma faca e partiu para cima da mãe.

A mãe do acusado implorou pela vida dizendo “eu sou sua mãe meu filho, eu te amo”, porém, mesmo assim, Eleandro desferiu duas facadas contra a mãe, atingindo uma no pescoço e outra no peito, além de um golpe na orelha, superficial.

Gravemente ferida, dona Marta caiu entre a varanda e a calçada da residência, onde acabou indo a óbito antes mesmo da chegada da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militares.

Quando as radiopatrulhas chegaram ao local, Eleandro correu para os fundos do imóvel e acabou preso em flagrante pelo feminicídio.

A perícia da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) realizou os trabalhos periciais e liberou o cadáver a funerária de plantão, enquanto membros da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) coletavam dados da ocorrência para apurar a real motivação do crime.

A Polícia Militar apresentou Eleandro na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), onde ele deve ser flagranteado pela execução e recolhido à Casa de Detenção da cidade.

Tragédia em Vilhena/RO. Filho mata a própria mãe

Posted by Rota Policial News on Friday, July 26, 2019

Carlos Mont Serrate/Marlon S. Santos

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar