Política

Homem é preso após gravar vídeo pedindo que eleitores colassem tecla de urna, em RO

Suspeito foi preso pela PF e conteúdo retirado do ar pela Justiça. Homem é morador de Porto Velho.

Um homem foi preso pela Polícia Federal (PF), na manhã deste domingo (28), depois de gravar um vídeo pedindo que os eleitores colassem as teclas 3 das urnas eletrônicas com cola instantânea, em Porto Velho.

Segundo a Justiça Eleitoral do estado, o vídeo teria sido gravado no sábado (27) e postado nas redes sociais com objetivo de prejudicar a disputa presidencial.

Na gravação, o homem pedia que os primeiros eleitores das seções eleitorais colassem a tecla 3 da urna eletrônica. Na ocasião, o suspeito afirma que essa atitude iria impedir os votos para um candidato presidencial.

Ainda no vídeo, o homem mostra o tubo de cola para ser usado pelos eleitores na colagem das teclas das urnas.

Segundo a Justiça Eleitoral, a PF e o núcleo de inteligência do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) tomaram conhecimento do vídeo na noite de sábado e rastrearam o autor da gravação.

Como medida de combate aos crimes cibernéticos nas eleições, a Justiça autorizou a retirada do conteúdo da internet e a prisão do homem, que não teve a identidade divulgada.

O mandado de prisão foi cumprido na manhã deste domingo e o suspeito foi levado à PF para prestar depoimento. À tarde o homem deve continuar preso no cadeião do TRE, em Porto Velho.

A Justiça Eleitoral não registrou nenhum caso de urna com tecla colada por cola instantânea em Rondônia.

Fonte: G1 Rondônia

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close