Geral

Homem de 35 anos é picado por escorpião na área rural de Vilhena e levado ao hospital

Homem estava andando na mata quando foi picado pelo animal. Após o ataque, vítima conseguiu capturar o escorpião

O ataque de um escorpião foi registrado neste domingo, 06 de Dezembro, na área rural de Vilhena e após o ataque, a vítima procurou atendimento no pronto-socorro do Hospital Regional de Vilhena.

Segundo apurado, o homem  de 35 anos que mora em uma chácara nos arredores de Vilhena/RO havia saído com amigos para andar na mata e ao atravessar o rio sentiu a picada do artrópode e ao olhar para a perna avistou o animal.

Após o ataque, a vítima e um amigo conseguiram capturar o escorpião de aproximadamente 06 centímetros de cor preto, da espécie Tityus Bahiensis, popularmente conhecido como “escorpião preto”.

A espécie de escorpiões Tityus Bahiensis é responsável, no Brasil, pelo maior número de casos de acidentes escorpiônicos em áreas rurais. (Veja)

De acordo com a vítima, por nome Evandro, após capturar o animal, ele chegou a ir para casa e tomar o remédio antiofídico, no entanto, o local da picada apresentou inchaço e ele começou a sentir naúses e decidiu procurar o hospital.

Foi o amigo quem o encaminhou ao pronto-socorro do Hospital Regional, onde Evandro realizou exames e tomou medicações, recebendo alta na sequencia. “Foi um susto, mas área rural é isso. Já fui picado por aranha, cobra e essa é a segunda vez que um escorpião me ataca,” disse.

O Corpo de Bombeiros alerta para os cuidados com os ataques de escorpiões, cobras ou aranhas e alertam: a picada pode provocar diversos sintomas, como dor, formigamento, salivação abundante, prostração, podendo levar a alteração da frequência cardíaca, à dificuldade da circulação do sangue no corpo e até mesmo a parada cardiorespiratória.

“Nós temos acidentes com escorpião o ano todo, mas nesse período chuvoso eles acometem mais acidentes porque, ao sair para procurar abrigo, eles encontram as pessoas. Ainda mais se o morador vive nas áreas rurais ou invade o habitat natural do escorpião, como no caso em questão, a vítima foi andar na mata,” disse o bombeiro.

Prevenção

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militares, “a prevenção de acidentes ocorre quando da adoção de procedimentos, tais como evitar entulhos dentro e/ou ao redor de residências, sempre sacudir roupas e calçados antes do uso, sempre usar luva de raspa de couro ao manipular materiais estocados e todos os cuidados ao caminhar em regiões sabidamente endêmicas para escorpiões”.

“Dentro de casa, nos ralos de banheiro e de cozinha, deve-se colocar uma tela, ou aquele ralo que abre e fecha. Nas janelas, colocar tela. Ter cuidado também na cama, no colchão, nos lençóis. E no caso das crianças, que são pacientes de risco, afastar a cama e se possível, colocar mosquiteiro, mas não deixar encostar no chão”, complementa a corporação do 3º Grupamento de Corpo de Bombeiros de Vilhena, sobre as maneiras de evitar os ataques peçonhentos em casa.

“Quando for andar na mata, você deve ir usando calçados fechados, como botas por exemplo, porque ele pode estar em qualquer lugar, e a pessoa pode não enxergar. Em relação aos ataques e as maneiras, na maioria das vezes, os acidentes ocorrem quando os animais são comprimidos no interior de calçados e roupas, ou mesmo quando o indivíduo se deita sobre o animal,” afirmam os bombeiros.

Tratamento

O protocolo clínico é lavar com água e sabão e procurar a unidade de saúde. Nada de tentar chupar o veneno, colocar querosene, ou ‘xixi'”. Os bombeiros explicam que esses métodos populares não são aconselháveis.

Em relação ainda ao procedimento após a picada, os bombeiros explicam que “se ele (escorpião) te oferecer algum risco, você pode matá-lo. E se você foi acidentado, se possível, leve o animal junto para a unidade de saúde mais próxima”.

Em caso de picada de escorpião, os primeiros socorros são:

  1. Lavar o local da picada com água e sabão;
  2. Manter o local da picada voltado para cima;
  3. Não cortar, furar ou apertar o local da picada;
  4. Beber bastante água;
  5. Ir o mais rápido possível a um pronto-socorro ou ligar para o Corpo de Bombeiros 193.

Veja no link o manual sobre as técnicas separadas pelo site Tua Saúde sobre as picadas de escorpião. (AQUI)

Tony Rota/ Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)