Policial

Ex-cabo do Exército, agente de trânsito é morto com a própria arma após briga em bar

Ao sacar a arma em público, agente de trânsito foi desarmado e morto com sete disparos. Crime ocorreu em São Paulo

Um ex-cabo do Exército Brasileiro foi assassinado após sacar a arma durante uma briga generalizada em um bar, mas acabar tendo a pistola tomada de suas mãos e ser baleado. O caso aconteceu em um estabelecimento localizado na rua Jerônimo Ometto, número 584, no bairro de Jardim Carolina Ometto Pavanem Iracemápolis, interior de São Paulo, na madrugada de sábado, 01 de Dezembro de 2.018.

Nas imagens das câmeras de segurança do bar (veja vídeo abaixo) é possível ver o momento que Zeneilo da Silva Ramos, de 37 anos, discute em pé com um homem que está sentado no balcão do bar. Um terceiro chega pelo lado esquerdo e entra na discussão.

Em seguida, Zeneilo retira da cintura uma arma, mas o homem com quem discutia percebe e se defende. Ele dá tapas na cabeça de Zeneilo, tira a arma de sua mão, derruba o servidor público no chão e atira contra ele. Pelas imagens é possível ver ao menos sete tiros disparados à queima roupa.

Zeneilo chegou a ser socorrido e levado para o pronto-socorro municipal mas não resistiu e faleceu. A vítima atuava no momento como agente de trânsito em Piracicaba.

A  polícia da Delegacia de Iracemápolis informou que o suspeito ainda não foi identificado e a causa discussão segue desconhecida.  As investigações continuam.

Ramos trabalhava na Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes) de Piracicaba. Ele que foi Cabo do Exército Brasileiro e inclusive atuou em missões no Haiti.

Ex-CAbo do Exército Brasileiro atuou em missões no Haiti

 

Carlos Mont Serrate/Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Close