Geral

Entenda por que a chegada do inverno no Brasil aumenta o calor em Rondônia

De acordo com o meteorologista da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Diego Silva, o período de junho a setembro é caracterizado por ser o verão de Rondônia.

O inverno começa oficialmente nesta quarta-feira, 21 de Junho,  para a maior parte do território brasileiro, mas em Rondônia, a estação ganha um nome diferente e é conhecida como ‘Verão Amazônico‘.

Se no resto do Brasil a população está tirando o casaco do guarda roupa, por aqui a tarefa é criar artimanhas para aguentar o calor e o tempo seco. Para te ajudar nessa missão, o G1 separou tudo que você precisa saber para aproveitar essa época do ano de forma segura.

Período de estiagem

 

Segundo especialistas, uma das principais características do ‘Verão Amazônico’ é a diminuição das chuvas e o aumento da temperatura. É durante esse período que o tempo em todo o estado apresenta os níveis mais secos, devido à estiagem.

A partir do mês de junho é possível perceber que as chuvas passam a ser pancadas isoladas e, com a estiagem, o calor se intensifica elevando as temperaturas em todo o estado.

De acordo com o meteorologista da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (Otca), Diego Silva, o período de junho a setembro é caracterizado por ser o verão de Rondônia.

“Esse período é marcado pela diminuição das chuvas, resultando na exposição das “praias” dos rios, normalmente submersas durante a estação chuvosa. As temperaturas podem ser bastante altas, chegando a níveis extremos e a umidade relativa do ar tende a cair significativamente, muitas vezes ficando abaixo dos 30%”, avaliou o especialista.

Ainda segundo o especialista, com a diminuição das chuvas, há queda também nas superfícies aquosas que serviriam para alimentar a quantidade de vapor d’água na atmosfera através do processo de evaporação. Quanto menor a quantidade do vapor d’água na atmosfera, menor será a umidade relativa do ar e mais seco ele ficará.

Variação de temperatura

 

Ao g1, o especialista explicou que em Rondônia existem três zonas térmicas distintas, sendo a primeira na região de Porto Velho, a 2ª de Guajará-Mirim (RO) a Ariquemes (RO) e a terceira de Ouro Preto do Oeste (RO) a Vilhena (RO), onde as temperaturas mais baixas são observadas, devido à combinação de altitude e a ocorrência do fenômeno da friagem.

“A previsão do tempo para o resto do mês indica que devemos esperar temperaturas elevadas e baixa umidade relativa do ar. É possível que tenhamos algumas ocorrências de friagem, um fenômeno que causa uma queda abrupta e temporária nas temperaturas”, explicou Diego.

Como evitar os prejuízos causados pelo tempo seco?

 

  • Beba bastante água. Ela hidrata todos os órgãos, inclusive pele e mucosa.
  • Umidifique o ambiente com toalha molhada ou umidificador de ar.
  • Hidrate bem as mucosas com soro fisiológico pelo menos duas vezes ao dia.
  • Lave os olhos com soro fisiológico ou com colírio de lágrima artificial.
  • Evite praticar exercícios físicos das 11h às 17h.
  • Proteja-se ao máximo do sol e evite o ressecamento das mucosas e pele.

 

Como amenizar o calor?

 

  • Muita hidratação — água, água de coco ou chás.
  • Boa alimentação — alimentos leves, saladas, frutas ricas em água.
  • Procurar locais ventilados, arejados, frescos ou, se possível, refrigerados.
  • Usar roupas leves.
  • Se proteger do sol com protetor solar, chapéu, sombra e evitar exposição entre 10h e 16h.
Fonte: G1 RO

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)